Inscrições para oficinas no Pavilhão Afro são prorrogadas até quinta-feira (14/10)‏

Trezentas e vinte vagas para oficinas de percussão, dança afro, capoeira, grafite e confecção de adereços e alegorias estão abertas no Pavilhão da Cultura Afro-brasileira, localizado no Parque Municipal Max Feffer (cruzamento das avenidas Brasil e Roberto Simonsen, Jardim Imperador). As inscrições foram prorrogadas até quinta-feira (14/10) e podem ser feitas no próprio pavilhão, das 9h às 17h. Os interessados devem apresentar RG, comprovante de residência e, se forem menores de idade, estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Para as oficinas de dança, grafite e confecção de alegorias, a idade mínima é 14 anos. Para capoeira, podem se inscrever crianças a partir dos 10 anos e para percussão, a idade inicial é 12 anos.

As vagas foram abertas a partir de uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação Palmares, do Governo Federal. O convênio, de R$ 300 mil, com duração de um ano, também prevê seis exposições de artes plásticas e quatro shows por mês no espaço.

Os quatro shows mensais vão priorizar artistas regionais, ligados aos movimentos do rap, hip hop e samba. “Dentro deste projeto, também poderemos oferecer transporte para os alunos de escolas municipais, para que eles possam visitar o pavilhão e ver as exposições”, afirmou o secretário Walmir Pinto, em entrevista sobre o assunto, no final de setembro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”