Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Direto do Baú do Raul: Sociedade Alternativa

Hoje Raul Seixas com Sociedade Alternativa.

Sociedade Alternativa faz parte de uma filosofia, defendida por Raul Seixas, baseada nos Escritos do ocultista Aleister Crowley e sua Lei de Thelema: "Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei." O escritor ocultista britânico Aleister Crowley influenciou muito Raul Seixas, especialmente em suas composições. Assim como Paulo Coelho, escritor e autor de best sellers, que por sinal era parceiro musical de Raul. Os dois fundaram a Sociedade Alternativa na década de 1970. A Sociedade Alternativa é uma utopia idealizada por Raul Seixas e jamais realizada até hoje, que tinha como objetivo seguir os preceitos da ordem O.T.O, seguidora dos ensinamentos de Crowley.


"Sociedade alternativa, Sociedade novo aeon, É um sapato em cada pé, É direito de ser ateu, Ou de ter fé, Ter prato entupido de comida, Que você mais gosta, É ser carregado, ou carregar gente nas costas, Direito de ter riso de prazer, E até direito de deixar, Jesus Sofrer"







A Faixa do Poeta das Faixas Cazuza O Tempo Não Pára

Hoje Cazuza vamos assistir O Tempo Não Pára!


Vídeo retirado do Youtube

Letra de O Tempo Não Pára
O Tempo Não PáraCazuza
Disparo contra o sol Sou forte, sou por acaso Minha metralhadora cheia de mágoas Eu sou o cara Cansado de correr Na direção contrária Sem pódio de chegada ou beijo de namorada Eu sou mais um cara
Mas se você achar Que eu tô derrotado Saiba que ainda estão rolando os dados Porque o tempo, o tempo não pára
Dias sim, dias não Eu vou sobrevivendo sem um arranhão Da caridade de quem me detesta
A tua piscina tá cheia de ratos Tuas idéias não correspondem aos fatos O tempo não pára
Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades O tempo não pára Não pára, não, não pára
Eu não tenho data pra comemorar Às vezes os meus dias são de par em par Procurando agulha no palheiro
Nas noites de frio é melhor nem nascer Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer E assim nos tornamos brasileiros Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro Transformam o país inteiro num puteiro Pois assim se ganha …

Chá das 5 com Roberto Prado

ILHA AMALDIÇOADA (os corvos, crocitam)
ilha amaldiçoada
mentes tua nascença
e propagandeias essa falácia
(até no exterior)
humilhas teu povo
que paga os impostos em dia
ilha amaldiçoada
que o mar não te engole
que a terra não te devora
ilha amaldiçoada
poluis o mar que te cerca
cagas a água bebe
(e pagas por ela)
sujas a terra que pisa
tratas teus cidadãos
como se crustáceos fossem
deixa-os em mangues
doentes e sub-humanos
ilha amaldiçoada
pois sois sim, a bem da verdade,
o portal do tártaro
onde a cada quatro anos
elegemos um caronte novo
(isso quando não o reelegemos!)
para nos manter no rumo certo
direto ao inferno
ilha amaldiçoada
tens tuas vias expressas
com buracos, lombadas
crimes e mortes
ilha amaldiçoada
terra de mosquitos
doenças e vereadores demais
mentes em ser a primeira
quando na verdade sois a última
ilha amaldiçoada
das grandiosidades vazias
do farol inútil
(alguém me diga a que se presta aquilo?)
das ruas sem luzes
sem asfalto
sem higiene
ilha amaldiçoada
onde as cria…

Charge Amante Passional por Alexandre Costa

Imagem
Clique na imagem e amplie
Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura
Curta o Folhetim Cultural no facebook: http://www.facebook.com/pages/Folhetim-Cultural/306412726048485?sk=wall
A seguir Chá das 5 e Devaneios do Ranzinza ás 20 horas.

E ainda hoje A Faixa do Poeta das Faixas ás 22 horas.

Linhas Curtas por Magno Oliveira

Renato Rocha

Muito triste ver o e-mail que O Roberto Prado me enviou e ver a situação do baixista da minha banda favorita naquela situação. Um talento perdido lamentável. Falei mais sobre isso na crônica publicada ontem aqui no blog não deixem de ler.
Luto 1

Millôr Fernandes uma perca irreparável para o Brasil Luto!
Luto 2

O Brasil perdeu no fim de semana passado um humorista de primeira grandeza saudades Chico!

Luto 3

Os mais antigos ficaram tristes pois vinha em João Mineiro um ídolo da música e foi importante para a música sertaneja sim! Luto.
Folhetim Cultural

Problemas  todos nós temos, mas não podemos deixar nos abater o blog está voltando e tenho certeza cada vez melhor

A seguir Charge Amante Passional ás 15 horas e Chá das 5 com Roberto Prado.
E ainda hoje Roberto Prado com Devaneios do Ranzinza ás 20 horas.

No Café da Manhã com Poesia: Poesia Poá e Poesia São Paulo

Imagem
Neste ano de 2012 No café da manhã com poesia sempre terá a publicação de duas poesias. Magno Oliveira irá expor mais seus textos e comentá los para que assim aja uma maior interação entre o leitor e o criador. Magno Oliveira já trabalhou como repórter cultural do Jornal Mídia Ambiental (Poá), Teve uma de suas obras publicadas no Livro Antologia Poética do Concurso Augusto dos Anjos (Heroico Sorriso), Poesia Amazônia publicada na primeira edição do Jornal Mídia Ambiental, Poesia Poá foi homenageou a cidade em 2009 participando das festividades oficiais, já participou de diversos saraus e mostras de poesias.

Magno Oliveira no twitter: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno


Facebook de Magno Oliveira:http://www.facebook.com/oliveira.m.silva
E-mail Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com 
Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura
Responsável pelo Folhetim Cultural


Curta o Folhetim Cultural no facebook:http://www.facebook.com/pages/Folhetim-Cultural/306412726048485?s…

Um legionário distante da legião

Escritor por Magno OliveiraMudaram as estações
nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Tá tudo assim, tão diferente...
Renato Russo se estivesse vivo completaria no dia 27 de março 52 anos, sua morte em 1996 não o distanciou de seu público pelo contrário a cada dia prova ser o maior fenômeno do rock in roll, hoje Marcelo Bonfá e Dado Vila Lobos fazem carreira solo, não escrevem nem de perto como há vinte e poucos anos atrás, e Renato rocha? O negrete um dos integrantes da formação original o que faz? Aposto se a Rede Record não mostrasse a situação dele no Domingo Espetacular você não saberia me dizer.
Se lembra quando a gente
chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
sem saber
que o pra sempre
sempre acaba

Com certeza Renato Rocha já sabia disso, sua vida levada há drogas e irresponsabilidade o levou ao fundo do poço ou literalmente as ruas hoje o legionário da maior legião está só, distante da legião. Quer voltar a tocar mais o tempo passou, sua mão não tem mais a mesm…

Chá das 5 com Bruno Martins

O espetáculo tem que continuar.
A frase usada para encabeçar o título deste meu texto, foi à mesma usada por Pedro Bial para justificar a saída do participante Daniel, da casa do BBB 12.Daniel que por si só infringiu as regras da casa e praticou sexo com a participante Monique, seria somente um sexo, se a mesma não estivesse dopada inconsciente  do que estava acontecendo naquele momento. O circo do BBB 12 é mesmo embaixo do edredom, é um espetáculo que Globo não mostra onde um predador ataca uma fêmea indefesa destruindo violentamente a boa imagem daquela que só entrou no jogo para ser a próxima bunda da PlayBoy. Daniel jogou lixo neste grande lixão humano que é o Big Brother Brasil, manchou a imagem de bom apresentador do poeta Bial, que ficou sem argumentos para justificar um ato tão obsceno. Talvez ele até tivesse argumentos, mas o capitão Boninho não o deixou falar, afinal manda quem paga a conta. Foi um desrespeito daquele que chegou para ser o Reality Show da família brasileira, e q…

Ex-baixista da Legião Urbana vira morador de rua

Imagem
Foto: Ricardo Junqueira e Marcelo Benzaquém Renato Rocha durante as gravações do álbum "Que País é Este", em 1987 Renato Rocha, ex-baixista da Legião Urbana, está vivendo há cinco anos como sem-teto nas ruas do Rio de Janeiro. O músico foi encontrado pela reportagem do programa Domingo Espetacular, da Rede Record, sentado em frente a uma agência bancária no centro da cidade. Rocha, que entrou para a banda a convite do cantor Renato Russo, foi despedido alguns anos depois. Segundo um vídeo da época, o baixista foi expulso, de acordo com Dado Villa-Lobos, por "ser muito louco". Falando do grupo, Renato Rocha diz sentir saudade dos tempos de sucesso: "Adoro ouvir Legião no rádio"; e sobre Russo: "Ele era uma pessoa muito inteligente. E (quando estava) sóbrio, era fácil de conviver; só que ele bebia sem limites". Ainda sobre drogas e álcool, o músico afirma nunca ter sido dependente: "Às vezes você toma um calmante e é considerado droga. Eu preferia…