Fim de Semana Literário: Participação especial do leitor: Joyce Gomes‏


Abrindo as participações especiais de leitores no Fim de Semana Literário neste fim de semana publicamos o texto enviado por Joyce Gomes. Sempre ao meio dia e ás 21 horas a participação do leitor.
 
Participe desta iniciativa enviando seus textos para publicarmos: folhetimcultural@hotmail.com


Presente de Presunto

- Não imaginava que iria encontrar-lhe aqui - espantou-se Manoel ao se deparar com Joaquim.

- Ele era muito querido para mim. Não pude negar esta última homenagem... - respondeu Joaquim.

- Realmente era muito querido... - repetiu Manoel - no dia do meu casamento espantou todos os meus convidados...

- Mas ele não bebe! Não é o seu estilo... - completou Joaquim.

- Agora não bebe, mas bebia. Bebia e não era água, mas, cerveja bebia até a última gota.

- Pode ser, depois da morte da esposa... - disse Joaquim.

- Ele mudou muito, parou de beber... Mas deve ter dado graças a Deus pela morte dela, pois fiquei sabendo que levou os filhos que tivera fora do casamento para o atual lar da falecida... - ressaltou Manoel.

- Não é possível... Ele tinha apenas um! - espantou-se Joaquim.

- Sim, apenas um com a falecida e cinco com a amante! Inclusive a amante era casada com um otário que achava... - continuou Manoel - As aparências enganam. Ele aparentava ser um político, ainda mais pelo discurso que fazia... E você acha que era? Que nada! Ele era um ladrão que vivia passando a mão...

- Não sabia que... -  hesitou Joaquim.

- Pois é...

- Que cretino! Mas alguma coisa de bom deve ter feito. Não fez?

- Com toda a certeza! Ficou com a minha casa, com os meus supostos filhos, com a minha esposa... Ah! Ainda ganhou um brinde: a bruxa da minha sogra! - continuou Manoel - Vou me despedir do falecido. Você vem?

- Depois de tudo o que ouvi, não fico mais aqui - e foi de encontro ao morto.

- Quem é ele? - indagou Manoel.

- Não o reconhece? É o João - replicou Joaquim.

- Ih caramba! Velório errado... - matutou Manoel retirando-se do local.

Joaquim trombou com outro conhecido e retornou o antigo mexerico...

Joyce C. L. Gomes
18 - outubro - 2002

Fim de Semana Literário Sábado

Chá das 5: 5 e 17 horas
No Café da Manhã com Poesia por Magno Oliveira 7 horas da Manhã
Devaneios do Ranzinza por Roberto Prado 10 da Manhã
Poesia de Beto Ribeiro 15 horas
Poesia de David White 19 horas

12 horas e 21 horas espaço dedicado ao leitor envie seu texto para que ele seja publicado.
Nosso contato: folhetimcultural@hotmail.com

Fim de Semana Literário Domingo

Chá das 5 dominical: 5 e 17 horas
No Café da Manhã com Poesia por Magno Oliveira 7 horas da Manhã
Literatura Nossa homenagem a um grande escritor por Dhyne Paiva ás 10 da manhã
Prosa Literária Magno Oliveira entrevista um convidado especial 19 horas.

12 horas e 21 horas horário reservado para a sua participação envie seu texto para que ele seja publicado.
Nosso contato: folhetimcultural@hotmail.com


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo