Projeto Pirimpimpim leva cultura para as crianças


Desde sua reabertura, em setembro de 2009, o Theatro Vasques tem recebido inúmeros espetáculos de companhias teatrais da cidade e de São Paulo.

Da capital, podemos destacar ‘‘Mãos ao Alto SP!’’, o espetáculo infantil ‘‘Tchu Tchu Tchu’’, o show de humor de Ary Toledo e o musical de Zé Geraldo. De Mogi, “o Palhaço Imaginador”, o projeto manifesta Hip Hop e as aventuras circenses do “Circo do Seu Leo”.

Mas é com o projeto Pirimpimpim que a Secretaria Municipal de Cultura tem fomentado, dentre outros segmentos, das artes cênicas e desenvolvido ações para formação de público.

Foram 24 espetáculos infantis que levaram ao teatro, até o mês de maio, quase 6.000 crianças de 34 escolas da cidade de Mogi das Cruzes e de outras 6 escolas de alguns municípios da região.

De acordo com os agendamentos feitos para o Projeto Pirimpimpim, até o final deste ano cerca de 16.500 crianças terão passado pelo Vasques e assistido a mais de 60 espetáculos.

Dessa forma, a Secretaria Municipal de Cultura vem alcançando o objetivo de ampliar a frequência de crianças de crianças e jovens em idade escolar nos espetáculos teatrais, gratuitamente.

No dia 16 deste mês o projeto Pirimpimpim trouxe para o Theatro Vasques, o grupo Papo com a apresentação da peça Saci Pererê em “O Retorno da Bruxa”

O grupo Papo Cabeça trouxe para as crianças mogianas a apresentação da peça Saci Pererê em “O Retorno da Bruxa”. Além de crianças que estavam acompanhadas pelos pais, professores e alunos do Instituto Placidina, Magno Oliveira entrevistou a professora do Instituto, ela nos conta sobre a importância das crianças irem ao teatro e assistirem peças como a passada ontem (16), que narrava cuidados que devemos ter no futuro do nosso planeta.

“A gente vêm todas as quartas – feiras, cada semana é uma peça diferente e cada uma passando uma mensagem. A de hoje nós gostamos bastante, porque é o que a gente fala na escola para não jogar lixo no chão, para preservar a natureza, eu tenho certeza que as crianças entenderam bem o que a peça quis passar.”

Para finalizar ela completou: “Sim, é muito importante para o crescimento delas como pessoas.”

Ao final da peça o Folhetim Cultural esteve atrás da cortinas com os atores confira agora nas entrevistas. O primeiro ator entrevistado foi Luciano Gomes ele interpretou o Saci Pererê, além de também ser o diretor da peça.

Folhetim Cultural: Conte-nos mais sobre o grupo Papo Cabeça.

Luciano Gomes: Nós estamos na estrada há quase 19 anos, iremos completar 19 agora em agosto, dia 16, e assim nós estamos sempre na estrada com o objetivo de levar peças que discutirão esses temas sempre voltado para o social e tentando fazer com que eles entendam quais as posturas que elas têm que ter na sociedade.

Folhetim Cultural: Qual o intuito dessa peça?

Luciano Gomes: O espetáculo Saci Pererê e o Retorno da Bruxa ele foi criado justamente com o intuito de conseguir alertar as pessoas sobre a preservação da natureza e a reciclagem. Então o foco exclusivo é este que as crianças através da peça possam entender que elas também podem acabar com essa possível destruição do Meio Ambiente.

Luciano Gomes é o ator dirigi o espetáculo Saci Pererê em “O Retorno da Bruxa” para finalizar sua participação conosco ele ressalta a importância que têm a criança de ir ao teatro.

“Eu acho, acho não, tenho certeza que a coisa mais inteligente que o homem teve foi esta ideia de a criança ir ao teatro”.

A Formiga o Rei Osório foi interpretado pelo ator convidado José Junior ele estuda artes cênicas.

Folhetim Cultural: Em qual momento você decidiu ser ator?

José Junior: Acho que ser ator surgiu do nada, porque um dia eu estava na rua, apareceu lá uma oficina de teatro, eu fui, fiz 3 oficinas entrei em algumas companhias e agora estou com o Papo Cabeça.

A bruxa foi interpretada pelo ator Antônio Luís, ele também é professor e educador.

Folhetim Cultural: O trabalho que a educação faz com a cultura tem importância para as crianças que estão entrando para a pré - adolescência agora?

Antônio Luís: Muito importante não só a cultura teatro, mas a música, artes cênicas enfim, também é importante a integração da escola, com o aluno e a cultura.

Para quem quer conhecer mais o grupo Papo Cabeça pode visitar o blog do grupo que é: papocabeca.blogspot.com. A sede da associação de grupo fica no bairro Miguel Brada em cima da drogaria San Thiago em frente à estação de Suzano.

O projeto Pirimpimpim levará mais duas peças para apresentação No Theatro Vasques confira dias e horários:

Quarta–Feira 23 [Pirimpimpim]

9h30 e 15h-“Branca de Neve e os Sete Anões”

Cia. Brittos produções Artísticas (teatro infantil)

Adaptação do tradicional conto de fadas, a peça conta a história de uma linda princesa chamada Branca de Neve, cuja beleza causava inveja em sua madrasta. Tudo ocorria bem até que um dia o espelho respondeu a madrasta que “Branca de Neve era a mais bonita do reino”.

Entrada Gratuita.

Quarta–Feira 30 [Pirimpimpim]

9h30 e 15h – “A Bela e a Fera”

Cia. Teatral Educativa (teatro infantil)

A peça a historia de uma menina chamada bela, que troca de lugar com o pai, que foi aprisionado em um castelo pela fera, um príncipe que foi vítima do encanto de uma feiticeira. Durante a narrativa, a fera, mostra qualidades que surpreendem à jovem, que acaba se apaixonando pelo príncipe enfeitiçado.

Entrada Gratuita.

Reportagem e entrevistas: Magno Oliveira

Apoio: Natan Fellipe

Foto: http://www.cultura.pmmc.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo