Copa do Mundo inspirou grafiteiro Ale 140

Ex-goleiro Marcos retratado na parede do viaduto Ale 140

Durante a Copa do Mundo, os torcedores viveram o clima do Mundial. Muitas obras que na promessa estariam prontas antes da Copa, ficaram para depois. A promessa feita por Ricardo Teixeira, na época Presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) que não seria usado dinheiro público na construção das arenas, não foi cumprida. Estes e outros fatores levaram uma parte da população brasileira a irem ás ruas e protestar.


Curta a página do FC no Face


Pessoas protestam em estádio por educação no Brasil
Nesta edição, a Seleção Brasileira buscou o Hexa Campeonato, além de ter ganho as edições de: 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Esta foi a segunda edição de Copa do Mundo no Brasil, a primeira foi em 1950, ano em que aconteceu a final no Maracanã e o Brasil saiu derrotado diante da Seleção Uruguaia. Este episódio entrou para a história do futebol com o nome de Maracanazzo. Este ano o Brasil teve a chance de vencer, mas não foi isso que aconteceu e não apagou o trauma de ter perdido aquela final. Pelo contrário só aumentou com o vexame 7 a 1 para Alemanha.


A grande promessa do Governo é que, após a Copa, ficaria o legado.

O fenômeno Ronaldo também virou grafite nas paredes de Poá
Certo é: o Futebol é a paixão nacional, e a Arte um bem essencial, Ale 140 uniu o Futebol e a Arte.
Dedicou se ao Grafite, os muros de arrimo do Viaduto Ayrton Senna, em Poá, receberam a interferência cultural do artista Ale. Os grafites de jogadores que foram fundamentais para as conquistas anteriores. Marcos e Ronaldo por exemplo.

O artista planeja também, novas interferências culturais no próximo semestre. Neste se dedicará a esta interferência. Devotado ao Grafite, neste ano que foi de Copa do Mundo, fez uso dela, algo que para uma parcela da população é desnecessário para ser de inspiração, assim criando Arte que é necessária, pois Grafite é arte.

Este projeto conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Poá e da Secretaria de Cultura de Poá.

Reportagem: Magno Oliveira
Revisão: Fabio Shinhe

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá