O Folhetim traz pra você "A Banda Mais Bonita da Cidade"


Era só para ser um vídeo bonitinho, com pessoas fofinhas e uma farra de amigos alegres e contentes. Mas pode ter se tornado, em dois dias, a primeira manifestação de um movimento musical, os "Novos Curitibanos". Desde quarta-feira, 18, mais de 350 mil pessoas já assistiram no YouTube ao clipe da música "Oração", da A Banda Mais Bonita da Cidade, a mais nova queridinha de todos – no Facebook, quase não há comentários negativos, vindos de gente de todos os gostos. "Oração" é uma unanimidade hype.
O que causou espanto foi a qualidade dos 6 minutos filmados em plano-sequência aparentemente sem pretensão. A música também agradou os ouvidos indies acostumados com I'm From Barcelona, Belle & Sebastian, Beirut e outros similares. O grupo de músicos de Curitiba, que já existe há dois anos, segue essa linha de músicas fofas, do bem, feita por gente bacana, bem-vestida e moderna. Não à toa o guitarrista do grupo, Rodrigo Lemos, 27 anos, os compara ao movimento Novos Paulistas, formado por Dudu Tsuda, Tatá Aeroplano, Thiago Pethit, Tiê e Tulipa Ruiz.
"A gente tinha o zelo de fazer o filme, bonitinho e tal. Mas estávamos totalmente descompromissados", diz Rodrigo. Eles aproveitam a onda viral para marcar shows e calibrar a agenda. A Banda Mais Bonita da Cidade vai tocar no StudioSP, em São Paulo, em 7 de junho, dois dias antes do show no Sesc da Esquina, em Curitiba, o motivo da divulgação dos vídeos.
O clipe foi filmado sete vezes, depois de vários ensaios na casa de uma amiga dos integrantes da banda, que aparece tocando bandolim. "Oração" é o terceiro dos clipes promocionais; os outros são "Canção Para Não Voltar" e "A Boa Pessoa", todas "composições próprias de amigos", como Leo Fressato, o autor de "Oração" que não faz parte da banda. São só cinco integrantes: Uyara Torrente, Vinícius Nisi, Rodrigo Lemos, Diego Placa e Luís Bourscheidt. Com exceção de Uyara, todos são formados em música ou produção musical na Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Há dois anos, eles mantém a formação e a independência dos membros. Todos tocam em outras bandas. "Os shows sempre foram animados, tiveram essa estética do clipe naturalmente, mas nunca fomos uma banda de tocar todo final de semana", afirma Rodrigo. "O foco agora é continuar o trabalho."
Os 6 minutos de fama eles já têm.

Fonte: Estadão.com.br/cultura
Postagem: Bruno Martins

Comentários

  1. Muy agradecido por compartir algo tan bello. Muchas felicidades!

    ResponderExcluir
  2. Gostei tanto que já memorizei. Canto sem parar. Grudou :)

    ResponderExcluir
  3. nao conhecia, muito bom, o seu blog acabou de me apresentar uma banda muito interessante!

    ResponderExcluir
  4. Pow... Música super agradável! Gostei muito!
    E olha que o ser humano, de modo geral tende a rejeitar o desconhecido.
    Bravo!
    Abraços cariocas!

    ResponderExcluir
  5. ME ENCANTÓ...ME CONTAGIÓ ALEGRÍA!!!!
    SALUDOS AMIGOS !!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá