São Paulo 458 anos: Clipe musical Canções Bandeirantes-365-Tietê

Começamos mais uma tarde com o Clipe Musical hoje 3 canções em homenagem a esta cidade! Você está curtindo São Paulo 458 anos? Então fique ligado porque amanhã teremos mais para você.

Canções Bandeirantes-365-Tietê

Video retirado do Youtube




















Alguém sonhou que a cidade ia afundar, 


Alguém falou que eu devia me confessar, 

Me arrepender de toda sujeira que esse rio levou pro brasil, 

Virar as costas pro mar, 

Não se pode perdoar. 

Pecado paulista! 

Tem dias que tudo desafina, 

Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vou procurar la na esquina o mar... eu vou. 

Tem dias que tudo desafina, 

Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vejo surgir na neblina o mar. 

Meu coração, amarrado a margem do rio, 

Quer se soltar, 

Quer rever o que ainda não viu, 

Navegar...pro interior, 

Dos sonhos dos outros, 

Velas ao vento, 

De fora pra dentro. 

Pecado paulista! 

Tem dias q tudo desafina,
Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vou procurar lá na esquina o mar... eu vou. 

Tem dias que tudo desafina
Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vejo surgir na neblina o mar... o mar. 

Virar as costas pro mar, 

Não se pode perdoar, 

Pecado paulista! 

Tem dias q tudo desafina, 

Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vou procurar lá na esquina o mar. 

Tem dias que tudo desafina, 

Tem noites que eu não sei cantar, 

Então vejo surgir na neblina o mar... vejo o mar.


Letra retirada: http://www.radio.uol.com.br/#/letras-e-musicas/365/tiete/1082951


Produzido por Magno Oliveira



Twitter Folhetim Cultural: 

Facebook Folhetim Cultural: 

E-mail Folhetim Cultural: 
folhetimcultural@hotmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo