De poeta para poeta: Magno Oliveira homenageia Cazuza

Cazuza


















































Cazuza foi um artista excepcional neste mês, faz mais um ano de sua morte, Magno Oliveira participou do Sarau Pavio da Cultura, e homenageou com esta poesia Cazuza o Poeta das faixas. No próximo mês aqui no Folhetim Cazuza será tema do arquivo da música e nós já fazemos a nossa homenagem a este grande artista.


Poesia: Cazuza


Tão longe e distante

Foi homem e mulher

Foi marido e amante

Foi odiado e querido

Foi breve e constante

Foi louco e forte

Conquistou o Brasil de sul a norte

Abusou da vida e pagou com a morte

Tinha tudo, mas se perdeu.

Tinha dinheiro, porém com a sua doença sofreu.

Cazuza

Para sempre Cazuza.

Por: Magno Oliveira



Cazuza O Tempo Não Pára













Comentários

  1. Sem dúvida um grande compositor.
    Gostei do seu espaço Magno!!
    Obrigada pela visita!
    Beijos,
    Carla
    ;D

    ResponderExcluir
  2. Fez da vida um jogo, e nesse jogo ganho se perdeu...
    abraços!!!obrigado pela visita!!

    ResponderExcluir
  3. Grato pela visita e parabéns pelo ótimo blog. Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”