De poeta para poeta: Magno Oliveira homenageia Cazuza

Cazuza


















































Cazuza foi um artista excepcional neste mês, faz mais um ano de sua morte, Magno Oliveira participou do Sarau Pavio da Cultura, e homenageou com esta poesia Cazuza o Poeta das faixas. No próximo mês aqui no Folhetim Cazuza será tema do arquivo da música e nós já fazemos a nossa homenagem a este grande artista.


Poesia: Cazuza


Tão longe e distante

Foi homem e mulher

Foi marido e amante

Foi odiado e querido

Foi breve e constante

Foi louco e forte

Conquistou o Brasil de sul a norte

Abusou da vida e pagou com a morte

Tinha tudo, mas se perdeu.

Tinha dinheiro, porém com a sua doença sofreu.

Cazuza

Para sempre Cazuza.

Por: Magno Oliveira



Cazuza O Tempo Não Pára













Comentários

  1. Sem dúvida um grande compositor.
    Gostei do seu espaço Magno!!
    Obrigada pela visita!
    Beijos,
    Carla
    ;D

    ResponderExcluir
  2. Fez da vida um jogo, e nesse jogo ganho se perdeu...
    abraços!!!obrigado pela visita!!

    ResponderExcluir
  3. Grato pela visita e parabéns pelo ótimo blog. Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá