Chá das 5 Ailton Sales: Luar de Minas Gerais






Ailton Ferreira Sales não se  considera um poeta e nem trovador, acha que é um  "fazedor" de versos, um rimador. Nascido em Poços de Caldas, sul de Minas Gerais.




E-mail: salesferreiraailton@hotmail.com
E-mail: folhetimcultural@hotmail.com

Casando-se mudou para São Paulo onde viveu por dezessete anos e teve seus seis filhos, quatro na Capital e dois no interior, Botucatu e Macaubal. Exerceu, além da sua profissão original (garçom) exerci várias outras, bancário, fotografo e por quase vinte anos vendedor (viajante) para varias firmas. Hoje, artesão aposentado vive em Poços de Caldas.



Uma vez ao mês irá dar mostra de seu talento aqui no Folhetim Cultural ás 17 horas aos sábados. O Chá das 5 sempre no sábado ás 17 horas.


Luar de Minas Gerais

Não há coisa mais bonita
Que ver lá na minha terra
A lua clareando a serra
As matas e os cafezais
Prateando as pedreiras
Os rios e as cachoeiras
O chão de Minas Gerais

Ver na porta do ranchinho
O roceiro apaixonado
No violão afinado
Soluçar numa canção
E ouvindo a serenata
No céu há a lua de prata
Mais aumenta o seu clarão

E dá gosto de se ver 
Quando entra a madrugada
A mata toda orvalhada
Faz até imaginar
Que as estrelas da amplidão
Desceram todas pro chão
Pra também ver o luar

E é relembrando essas noites
Que de saudade eu choro
Pois aqui onde hoje moro
Não vejo noites iguais
O luar daqui é triste
Não é como o que existe 
Na MINHA Minas Gerais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá