FOTÓGRAFOS INDEPENDENTES SE MOBILIZAM PARA DESENVOLVER PROJETOS EM POÁ

Iniciativa do poeta e blogueiro Magno Oliveira e do fotógrafo Fagner Faustino visa reunir comitê para a realização de projetos dedicados às artes visuais na região.


Capa do grupo no Facebook
Ativistas culturais, produtores, e fotógrafos de Poá iniciam, nesta semana, uma mobilização que visa o fortalecimento e discussões de projetos destinados a classe. Iniciativa do poeta e blogueiro Magno Oliveira e do fotógrafo Fagner Faustino, o primeiro passo da ação foi a criação de um grupo público no Facebook chamado Fotógrafos de Poá.

A principal preocupação deste novo comitê independente é gerar debates acerca de políticas públicas para o fomento desta arte. Além disso, existe a intenção de manter os participantes do grupo informados sobre exposições, eventos, mostras e oportunidades para que a comunicação entre artistas e produtores seja ainda mais intensa. “A ideia do grupo foi sugestão do Fagner em conversa recente, que tive com ele, onde discutimos possíveis projetos na área de artes visuais dentro da modalidade de fotografia”, diz Magno Oliveira. 

Já existem alguns levantamentos para a formulação de propostas, conforme a lista abaixo:

- A criação de um feriado municipal na cidade em homenagem aos fotógrafos e a fotografia no qual os poaenses poderão participar e realizar eventos na cidade.
- Mostras e exposições que percorram o município sempre com o intuito de difundir a arte.
- Fóruns para discussões sobre o tema.
- Apoio ao Conselho de Cultura da cidade, que há um ano espera a sanção pelo prefeito de Poá, e está por enquanto com seus trabalhos comprometidos.

Com vistas a ações do tipo, Fagner Faustino comenta: “Temos conhecimento que existem projetos na cidade que ensinam jovens interessados em fotografia a começarem a dar os seus primeiros cliques, mas para onde vão esses aprendizes depois do curso? Com a interação entre os fotógrafos da cidade conseguiremos um melhor posicionamento tanto cultural quanto profissional, do amante de selfies ao fotógrafo profissional.”


Todas as pautas levantadas serão amplamente discutidas via redes sociais, sobretudo por meio do grupo recém-criado, mas também por outras formas que contribuam com a expansão do movimento. Ainda de acordo com Magno Oliveira, “o grupo no Facebook por enquanto está com 38 pessoas, mas deve aumentar nos próximos dias, pois será amplamente divulgado via redes sociais por meio de formas diversas. Procuramos assegurar que a participação popular seja de grande quantidade e qualidade, proporcionando profundidade aos debates e proposição dos temas a ser trabalhados”, conclui Magno.

Matéria: Dhyne Paiva
Edição: Pedro Santanna

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

Arquivo da Música: Roupa Nova