Devaneios do Ranzinza por Roberto Prado: Assim Sou


Roberto Prado colabora com o Folhetim Cultural desde o início de 2011, Devaneios do Ranzinza aos sábados ás 21 horas e o Chá das 5 uma vez ao mês no sábado. Roberto Prado já publicou dois livros pela (CBJE) Câmara Brasileira de Jovens Escritores, Gringas e Outras Histórias está na segunda edição.



Devaneios do Ranzinza sábados 21 horas

Chá das 5 sábados 17 horas




Assim Sou

Assim sou
Sou o que falo
O que não falo
O que quero dizer
Que nego o que disse
Que disse sem dizer
Sem querer
Sim, assim sou
Quem me conhece
Sabe
Ou pensa que sabe
Ou sabe e nem percebe
Assim sou
 Assim pareço
Transpareço
E desapareço
Não explico
Não confundo
Mas sou profundo
Quando explico
Se explico
Sou claro
Nunca hermético
Nunca raso
Mas
Se assim sou
Nada espere
Nada cobre
Nunca chore
Pois se assim sou
E sou assim
Logo faço rir
Esquecer
Seguir em frente
Pois assim sou
Basta?
Não basta?
Não me importa
Pois sigo assim
Sempre assim
Pois só sei ser assim

Roberto Prado



Comentários

  1. Cláp! Cláp! Cláp!
    Pelo pouco que "te conheço", é bem você. Rsrsrs
    Abraços cariocas!

    ResponderExcluir
  2. Ao vivo sou muito pior, pergunte ao Magno!

    ResponderExcluir
  3. Hahaha muito melhor Roberto muito melhor...

    Essa eu li no Pavio da Cultura do mês de junho salvo engano e o público adorou...

    Magno Oliveira

    Folhetim Cultural

    ResponderExcluir
  4. Rsrsrsrs
    Posso imaginar, Roberto... rsrsr
    Abraços cariocas!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”