Flip 2015: Inscrições para Oficina de Design de Livros vai até dia 11 deste mês

Curso que acontece durante a festa literária em Paraty fará diálogo entre Brasil e Holanda
Voltada para as diferentes temáticas que compõem o cenário da criação literária, a tradicional Oficina Literária da Flip, que faz parte da programação oficial da Festa Literária Internacional de Paraty, dará lugar, em 2015, a uma oficina de design de livros, com a designer holandesa Irma Boom, um dos principais nomes do mercado editorial internacional, e a brasileira Elaine Ramos, da Cosac Naify.
Realizada em parceria com a Fundação Holandesa das Letras (Nederlands Letterenfonds), a oficina promoverá o diálogo entre a jovem tradição gráfica brasileira e a excepcional cultura impressa holandesa. O objetivo é que os alunos entrem em contato com duas abordagens distintas do livro como objeto artístico, tanto em seus aspectos industriais quanto artesanais.
Na oficina, que acontece durante a Flip 2015 – entre 1º e 5 de julho –, cada aluno deverá produzir artesanalmente um pequeno livro tendo como base textos de Mário de Andrade (1893-1945), autor homenageado da Flip 2015.
A oficina é voltada a profissionais com experiência na área, não sendo necessária a formação em design. O único pré-requisito para os interessados em participar é a fluência em inglês. As inscrições podem ser realizadas até 11 de maio. É necessário enviar um portfólio em formato pdf, com três trabalhos, além de um pequeno texto de apresentação em português. Para mais detalhes, consultar o regulamento no site da Flip.
A divulgação dos selecionados acontecerá em 15 de maio, nos canais de comunicação da Flip. Fica a cargo dos participantes escolhidos providenciar a própria estadia e alimentação em Paraty.
Postagem: Magno Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

Arquivo da Música: Roupa Nova