NAVE GRIS CIA. CÊNICA PROMOVE ENCONTRO COM ARTISTAS NEGRAS DA DANÇA CONTEMPORÂNEA

 O “I Encontro Mulheres Negras na Dança” acontece em São Paulo e em Taboão da Serra de 04 a 07 de junho e tem por objetivo proporcionar a experiência estética, o contato e a troca entre artistas negras da dança e o público.




Serão três espetáculos, uma roda de conversa e duas oficinas de dança realizados pelas artistas e companhias convidadas,. As atividades do “I Encontro de Mulheres Negras na Dança” acontecerão no Espaço Clariô – no município de Taboão da Serra – e no Espaço CITA (Cantinho de Integração de Todas as Artes), no bairro do Campo Limpo, em São Paulo.
O encontro busca lançar o olhar sobre a multiplicidade de experiências e produções artísticas em dança contemporânea realizadas por artistas negras de diferentes gerações. As atividades e espetáculos do evento revelam diversas perspectivas sobre o fazer artístico, com materiais, estéticas e temáticas muito diversas: como, por exemplo, as mitologias da tradição afro-brasileira, o Tanztheater alemão e as memórias pessoais, o corpo anônimo e marginalizado, ou ainda o corpo que vive a experiência da periferia e reverbera suas indignações sociais e pessoais. É a partir da perspectiva artística que a Nave Gris busca abordar e propor o diálogo sobre as questões étnico-raciais e de gênero presentes nas obras, fazeres e/ou trajetória profissional dessas artistas.
Roda de Conversa – Estas questões serão abordadas na abertura do encontro numa roda de conversa com artistas negras da dança de diferentes gerações: a coreógrafa, coordenadora do Grupo Lapett e professora da ECA-USP Sayonara Pereira, a diretora da E² Cia. Teatro e Dança Eliana de Santana que iniciou sua carreira no teatro com diretores como Antunes Filho, Antônio Abujamra e Gerald Thomas – e a diretora da Cia. Sansacroma, dançarina, atriz, coreógrafa e gestora cultural Gal Martins  e com mediação da bailarina, mestranda em artes cênicas pela Unesp, Kanzelumuka. A roda de conversa será no Espaço Clariô, em Taboão da Serra e as discussões abertas ao público em geral. 
Segundo a Nave Gris, as conversas vão partir do olhar sobre a diversidade para pensar as questões de gênero e étnico-raciais que permeiam os fazeres artísticos. “Com isso, pretendemos ampliar as discussões e fortalecer uma rede de debates, trocas e experiências estéticas entre artistas, coletivos e o público”, diz.
Espetáculos – Baseado na obra Afro Margin, do pintor britânico Chris Ofili, o espetáculo homônimo trabalha a verticalidade do corpo em suspensão e a poética do duplo sentido de margem. A produção é da E² Cia. de Teatro e Dança. Já na peça coreografada do Grupo LAPETT Unterweg(s), [estar a caminho, em alemão], elenco se coloca a caminho em diferentes fases de sua vida. São lembranças atualizadas para o contexto da cena em forma de partituras coreográficas. Concebido pela Nave Gris Cia. Cênica, o espetáculo Dikanga Calunga [mar distante, em quimbundo] remete ao fluxo entre ancestralidade, tradição e contemporaneidade no corpo. Sob a perspectiva do feminino tem a água como elemento transformador, que conecta o humano ao que lhe é ancestral e sagrado.
Oficinas – Serão duas oficinas de três horas. A primeira delas é a Oficina A Dança da Indignação, conceito criado por Gal Martins, com a Cia. Sansacroma. O termo “Dança da Indignação” é inspirado na obra do pedagogo Paulo Freire. Usa uma linguagem estética que possa reverberar as indignações sociais e pessoais numa abordagem política trazendo elementos entre vida e arte, arte e vida.
A segunda é a Oficina Dança Negra Contemporânea: procedimentos criativos, com a Nave Gris Cia. Cênica. A oficina pretende ser um espaço para o estudo e desenvolvimento de uma dança autoral que parte das corporeidades da tradição afro-brasileira de origem banto.
SERVIÇO:
O que: Encontro Mulheres Negras na Dança [Roda de Conversa e Espetáculos de Dança]
Quando: Quinta, 04 de junho, às 19h [Abertura e Roda de Conversa]; Sexta, 05 de junho, às 20h [Espetáculo Dikanga Calunga]; Sábado,06 de junho, às 20h [Espetáculo Afro Margin]; Domingo, 07 de junho, às 19h [Espetáculo Unterweg(s)]
Onde: Espaço Clariô, Rua Santa Luzia- 96, Vila Santa Luzia – Taboão da Serra – SP (Próximo ao Pé do Morro do Cristo e ao Hospital Family) Fone: (11) 4701-8401
Quanto: Grátis
O que: Encontro Mulheres Negras na Dança [Oficinas de Dança]
Quando: Sábado, 6 de junho, das 14h às 17h (Oficina Dança da Indignação); Domingo, 7 de junho, das 14 às 17h (Oficina de Dança Negra Contemporânea)
Onde: Espaço CITA, Rua Aroldo de Azevedo, 20, Jardim Bom Refugio – São Paulo – SP (Próximo ao Terminal Campo Limpo) Fone: (11) 5844-4116
Quanto: Grátis
Inscrições: Pelo e-mail navegrisciacenica@gmail.com, até o dia 1º de junho, com assunto “Inscrição Oficina”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá