Pavilhão de Exposições está aberto para o seu primeiro evento


As exposições estão abertas ao público no novo pavilhão
    Uma exposição com uma grande variedade de peças marca o primeiro evento do novo Pavilhão de Exposições Prefeito José Massa, situado na Praça de Eventos, na região central do município de Poá. Aberta ao público desde sexta-feira, dia 13, a exposição intitulada “A Arte Sacra na Terra dos Bandeirantes” conta com um acervo que retrata o período bandeirista e barroco até a contemporaneidade. As obras que pertencem aos colecionadores Rafael Schunk e Joaquim Pereira ficarão expostas até o dia 25 de agosto.

Até o dia 25 de agosto a exposição estará aberta ao público
    As peças que compõem o acervo, segundo o Secretário de Cultura, Douglas Aspasio, são trabalhos de culto coletivo ou doméstico, que representam a diversidade da arte sacra produzida em terras de bandeirantes, índios e jesuítas. “As peças são maravilhosas e muito interessantes, algumas pinturas de tradição cusquenha enfatizam a ligação e intercâmbio de São Paulo com a América Espanhola desde os tempos pioneiros”, disse ele completando que a mostra resgata produções sacras dos séculos 16 a 21, desde o surgimento do barroco paulista até suas ramificações na cultura caipira, permanência de arcaísmos até a modernidade.


         Para aproveitar o novo Pavilhão da melhor maneira possível, a Secretaria de Cultura organizou outra exposição, o “Olhar Antropológico” que promete encantar os visitantes. Os interessados em conferir os acervos, é só visitar o Pavilhão de Exposições, situado na Avenida Antônio Massa, s/n, Centro, de terça a domingo, das 09 às 22 horas, com entrada franca. Para obter mais informações, basta ligar para (11) 4638-6338.

FOTOS / FERNANDO ARAUJO

Fonte: SECOM - Poá

Postagem: Magno Oliveira

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”