Poesia Amazônia de Magno Oliveira

Sobre Magno Oliveira

 
Poeta pretende lançar seu primeiro livro de poesias no primeiro semestre de 2013, participa mensalmente do Sarau Pavio da Cultura em Suzano e dos saraus promovidos pela Associação Cultural Opereta. Publica suas poesias na coluna No café da manhã com poesia no Folhetim Cultural. Pela segunda vez participou do projeto Um Poema Em Cada Árvore.

 
 
 
 
 
Poesia Amazônia - 19° Edição do Projeto Um Poema Em Cada Árvore
 
As aves não mais voam
Os peixes não mais nadam
Os pássaros não mais cantam
As pessoas não mais se amam.

Tudo isso por culpa do homem e a sua maldade
Tudo por culpa do homem e a sua falta de caridade.

As nossas matas desmatadas
As nossas florestas devastadas
Nossos animais em extinção
Nosso medo da poluição.

A Amazônia é nossa devemos protege lá
A Amazônia é nossa devemos ama lá.
Viva o verde, viva a Amazônia,
Viva os índios, viva a alegria.

Magno Oliveira 
 

Comentários

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá