Livro, concurso e revista: participe!‏


O livro VARAL ANTOLÓGICO 3, terceira coletânea organizada pela revista VARAL DO BRASIL, sediada em Genebra, Suíça, será realizado pela Design Editora, de Santa Catarina (Brasil) com o Selo Varal do Brasil, incluindo a editoração completa (com revisão dos textos) e uma excelente escolha de capas que terá a participação dos coautores. 



Será o prefaciador o escritor e jornalista baiano Valdeck Almeida de Jesus e um belo  poema de da talentosa escritora piauiense Rita de Cássia Amorim Andrade abrirá o livro.



Dia vinte último, divulgamos a lista dos primeiros selecionados. Dia dez de janeiro serão divulgados os últimos participantes. (Peça o regulamento através de nosso e-mail varaldobrasil@gmail.com ou veja em nosso site www.varaldobrasil.com

Estamos fazendo um pequeno concurso:

Quem fará o poema ou o pequeno texto (dez a quinze linhas) que estará numa das orelhas do livro?
Que tal se fosse você?

Envie seu poema ou seu texto sobre o VARAL DO BRASIL para varaldobrasil@gmail.com e vamos ver... Quem sabe será mesmo você! O vencedor estará presente na orelha do livro e terá direito a receber cinco exemplares do mesmo (mediante o pagamento do frete caso não se encontre no lançamento).


Prazo para envio dos textos: 30 de novembro.


Em novembro a revista VARAL DO BRASIL completará três anos e lembramos que as inscrições para esta edição estão abertas até dia dez de outubro com tema livre (toda participação na revista é gratuita, assim como sua distribuição).

ESCREVA!

Não se preocupe com o pecado das letras e nem com a militar formação das frases. Escreva. Não busque os olhos críticos, tente encontrar os corações. Esqueça os títulos e as graduações, lembre-se do sentimento puro dos que muitas vezes nem são letrados. Escreva. Rime e brinque, crie, desconstrua, invente, seja poesia e faça poemas de vida. Escreva. Conte o seu dia, o momento do amigo, a saudade do pai. Escreva. Crie personagens, dê-lhes vida, conte histórias. Escreva. Mostre. O perigo não está em alguém não gostar do que você escreveu, nem no estilo, nem nos erros. O perigo está em você não deixar livre sua alma, está em se preocupar com o que os outros fazem, em pensar que existe melhor ou pior. Escreva. Seja você em cada linha, seja cada palavra, viva tudo o que escrever, seja na vida ou na imaginação. Viva. Escreva.
E deixe as críticas para os que não têm nada a dizer.

VARAL DO BRASIL, LITERÁRIO, SEM FRESCURAS!

Contato com o Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com
Postagem: Magno Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”