Atores recebem dicas de maquiagem com Ivon Mendes‏

Vinte pessoas participaram da oficina gratuita de maquiagem para teatro, dança e circo que terminou nesta quarta-feira (5/5) no Centro de Educação e Cultura Francisco Carlos Moriconi. A avaliação do curso, que faz parte do projeto Pílulas Criativas da Secretaria de Cultura, foi ótima, tanto para o professor Ivon Mendes, ator e maquiador, como para os alunos. Em quatro aulas, eles tiveram a oportunidade de se especializar e ganhar mais bagagem para o mercado de trabalho.




Durante a última aula, nesta quarta-feira, Mendes deu dicas sobre como utilizar as cores claras e escuras para alcançar efeitos desejados, ensinou as melhores cores para simular ferimentos e machucados e ainda falou dos tipos de materiais que devem ser usados e como encontrar opções mais baratas.




“Fazer um curso de maquiagem é muito importante para ator, bailarino, circense, figurinista, cenógrafo e diretor”, contou o professor. Segundo ele, a maquiagem faz parte do cotidiano destes profissionais. “Muitas vezes, a maquiagem não é usada ou é mal usada no teatro. O fato de termos uma oficina como esta em Suzano é extremamente importante e eu sinto que estou plantando uma semente no teatro do município”, avaliou.




Alunos de diversos grupos participaram e terão a oportunidade de multiplicar a informação e passá-la a outros atores da cidade. Atores e profissionais do teatro, dança e circo devem dominar a arte da maquiagem, pois poucos atores contam com maquiadores próprios, mesmo os que façam parte de grandes produções. “Para se ter uma idéia, no mercado de São Paulo, há entre 10 e 15 atores que contam com maquiadores próprios”, contou.



Além da melhor estética para o personagem, a maquiagem também pode ajudar na concentração do ator. Segundo Ivon Mendes, até mesmo Paulo Autran gostava de se maquiar sozinho antes de entrar no palco. “É um momento em que o ator se concentra, vai se sentindo dentro do personagem”, conta Mendes.



O ator de teatro André Antero, de 19 anos, fez a oficina de maquiagem com Ivon Mendes e pretende continuar se especializando. “Sempre tive vontade de fazer este curso para me aprofundar”, contou. Ele afirma que, em três anos de atuação, sempre se maquiou sozinho, mas sabia apenas os truques básicos. “Aqui aprendemos muitas coisas. Se um dia eu quiser fazer um trabalho sozinho na rua, já sei qual é a maquiagem para isso”, contou.



Fonte: Imprensa De Suzano

Reprodução: Bruno Martins e Magno Oliveira

Fotos: Wanderley Costa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo