Brasil prepara homenagem para marcar 10 anos da morte de Jorge Amado


Foto: AE
Jorge Amado, em foto de 1996
As autoridades da Bahia preparam os últimos detalhes para a homenagem que lembrará os 10 anos da morte de Jorge Amado, que será realizada na próxima semana devido à data de aniversário de seu nascimento.
Autor de obras que foram traduzidas para 49 idiomas, Amado morreu em 6 de agosto de 2001, quatro dias antes de completar 89 anos. Pela proximidade das duas datas, as autoridades resolveram escolher a do nascimento, que, se o escritor estivesse vivo, completaria 99 anos.
Os atos da próxima quarta-feira marcam o início e apresentação oficial do programa de atividades do "Ano Jorge Amado", apesar de que grande parte dos eventos mais significativos serão realizados em 2012, quando for o centenário de seu nascimento.
Desde o dia 10 e até fim de 2012, o país lembrará a palavra do escritor que, apaixonado do povo, retratou personagens que permanecem gravadas na memória dos brasileiros, em parte graças às adaptações em cinema e televisão.
A Fundação Casa de Jorge Amado, em Salvador, será o cenário da apresentação da programação, que inclui exposições, estreias de novas adaptações de sua obra e ciclos de conferências.
Na mesma noite de quarta-feira, o escritor moçambicano Mia Couto, oferecerá a conferência "Um Mar Vivo: Como Jorge é Amado na África", em uma sessão que promete esmiuçar uma leitura africana da obra do brasileiro. A diretora da fundação, Myriam Fraga, considera que Amado, homenageado em 1994 com o Prêmio Camões, o mais destacado em língua portuguesa, deu significado à palavra povo.
Para a especialista, o fato de Amado ter morrido sem ter recebido o prêmio Nobel de Literatura foi uma "injustiça" com o escritor, mas também com o Brasil e com a língua portuguesa, que só obteve esse reconhecimento na figura de José Saramago.
Fonte: Portal IG
Postagem: Magno Oliveira

Comentários

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo