Salão de Arte chega a 18ª edição com novo espaço dedicado à arte contemporânea


Consagrada como a mais tradicional e abrangente feira do país reunindo antiquários, galerias, joalherias e decoradores, o Salão de Arte preparou para a sua 18ª edição uma inovação na distribuição do espaço, com a criação do Boulevard de Arte Contemporânea. Nessa área ficarão instaladas seis conceituadas galerias - Athena Contemporânea, Baró, Inox, Márcia Barrozo, Thiago Gomide e Tramas. Com a nova distribuição interna os visitantes terão mais espaço para circulação e mais facilidade para a localização dos expositores.
Comandado por Vera Chaccur Chadad, o Salão de Arte será realizado entre os dias 15 e 21 de agosto no salão Marc Chagall do clube A Hebraica. O espaço de 3.500 metros quadrados será dividido entre 20 antiquários, nove joalheiros, uma livraria, um stand de decoração, além de 24 galerias de arte, muitas delas presentes nas diversas edições, como a Paulo Kuczynski, A Ponte e Pinakotheke.
Outra novidade na programação deste ano será a presença de uma galeria voltada ao grafite. Em função da procura de colecionadores pela arte urbana, o tradicional espaço abriu suas portas para a carioca Galeria Movimento, que representa somente artistas da street art. Os estrangeiros também estarão presentes, com as galerias Almacén, de Nova Iorque, a uruguaia Sur, além do antiquário português Luis Alegria.
O antigo e o novo, uma convivência harmônica
O jornalista Cesar Giobbi abre o texto do catálogo desta edição do Salão de Arte ressaltando a importância da mistura entre peças antigas e contemporâneas. “Quero reforçar aos compradores o conceito de que uma foto de Vik Muniz ou uma pintura de Marina Saleme ficam esplêndidas sobre uma cômoda D. João V”, ressalta. Segundo ele, esta é uma tendência internacional, já notada nos números da última Tefaf, a principal feira de antiguidades do mundo, realizada anualmente na Holanda. “Espero ver este movimento intenso e interessado neste 18º Salão, que por tradição pode ser definido como a Tefaf brasileira”, compara Cesar.
A programação prevê também, para o dia 16, o lançamento do livro A Arte de Ramón Cáceres, com texto de Enock Sacramento e prefácio de Ladi Biezus. No dia 18, às 20h, acontecerá um desfile de sete joalherias em um formato diferente, em que as modelos andarão pelo espaço expositivo portando preciosas joias. Como acontece anualmente, será realizado um leilão de relógios, dia 20, a partir das 17h.
Toda a renda proveniente dos convites para a abertura e da bilheteria durante todo o evento será doada à ACTC (Associação de Assistência à Criança e ao Adolescente Cardíacos e aos Transplantados do Coração), entidade de apoio a pacientes atendidos pelo Incor. No ano passado, a arrecadação destinada à ACTC superou os 255 mil reais.
Serviço:
Salão de Arte 2011 - 18ª Edição
Organização – Vera Chaccur Chadad 
Abertura Oficial (somente para convidados)
Dia15 de agosto, segunda-feira, 19h
Encerramento: 21 de agosto, domingo, às 21h
Datas para o público:
De 16 a 21 de agosto
Horários de visitação:
Dias 16 a 20, terça a sexta-feira, das 15h às 22h
Dias 20 e 21, sábado e domingo, das 13h às 21h
Local: Clube A Hebraica - Sala Marc Chagall
R. Dr. Alberto Cardoso de Mello Neto, 115
Jardins - São Paulo
Tel.: 11 3088 2625
Acesso para portadores de necessidades especiais
Lançamento de Livro: 16 de agosto, terça-feira, às 20h
Desfile de Jóias: 18 de agosto, quinta-feira às 20h
Leilão de Relógios: 20 de agosto, sábado, às 17h
Ingressos: R$ 25,00 (dinheiro ou cheque)
A renda da bilheteria será revertida à ACTC (Associação de Assistência à Criança e ao Adolescente Cardíacos e aos Transplantados do Coração)
Site oficial: www.salaodearte.com
Espaço gastronômico: Citron Gastronomia
Estacionamento: Vallet Service Estapar – R$ 17,00

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”