Museu da Casa Brasileira abriga mostra com trabalhos da primeira turma do curso de Design da USP


Funcionalidade e ousadia são a marca dos trabalhos dos doze primeiros formandos em Design da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
 
Sinônimo de excelência e inovação, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP) agregou às suas atividades tradicionais, há pouco mais de cinco anos, o curso de graduação em Design. Um primeiro resultado dessa experiência poderá ser conferido pelo público, a partir de 18 de agosto, na exposição FAUFORMA: DESIGNERS, no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura. A mostra reúnetrabalhos de conclusão de curso de doze integrantes da primeira turma de formandos em Design na FAU.
 
A ideia da exposição nasceu da importância de fomentar a reflexão sobre a formação acadêmica de profissionais de design, considerando que a criação do curso decorreu de demanda manifestada pelo mercado. Os projetos dos alunos dessa primeira turma trazem um conceito comum e original: a identidade visual é sempre pensada em função do usuário. Ou seja, o produto só faz sentido existe alguém que o coloque em prática. “Não pode haver incentivo maior do que explicitar para a comunidade FAU e para a sociedade um produto intelectual bem resolvido, extremamente criativo, com reais aplicações no mercado e útil”, afirma Marcelo de Andrade Roméro, diretor da FAUUSP. 
 
Os trabalhos também refletem o perfil engajado dos formandos, jovens integrados aos debates e às redes culturais da época presente. Eles conseguiram manter uma produção paralela ou interativa com as atividades da graduação da USP, considerada generalista desde o início. Dessa forma, construíram uma alternativa efetiva à imagem caricata do “designer de estilos”, marcado por soluções ligeiras e formalistas.  
 
Alguns dos temas tratados nos projetos são tradicionalmente associados ao design de produto (design de objetos como móveis e carros) ou ao design gráfico (design de livros ou de interfaces gráficas digitais), mas mesmo estes foram desenvolvidos como trabalhos que envolvem conhecimentos de ambas as áreas, a partir de uma concepção unificada do campo do design. “Os trabalhos resultantes transitam entre os universos do comunicar, educar, entreter, habitar e transportar”, afirma Priscila Farias, uma das professoras orientadoras. 
 
A iniciativa de abrigar a exposição FAUFORMA: DESIGNERS tem um caráter simbólico para o Museu da Casa Brasileira, pioneiro na valorização e incentivo ao design brasileiro, ao criar, em 1986, o seu Prêmio Design, evento realizado, de forma ininterrupta, ao longo dos últimos 25 anos. “Apresentar o trabalho da primeira turma de bacharéis em Design da FAU cumpre a missão do museu enquanto incentivador e ator das discussões relativas ao design”, afirma Miriam Lerner, diretora geral do Museu.
 
O Museu da Casa Brasileira apresenta ainda uma presença marcante do design em sua agenda cultural, na forma de exposições temporárias, mesas redondas, palestras e lançamentos de livro, tendo se tornado referência nacional e internacional neste debate e reflexão. A FAUFORMA: DESIGNERS tem o apoio da Editora Blucher e da Imprensa Oficial.
 
 
Os trabalhos
 
1.      Jogo de Xadrez para deficientes visuais, por Amanda Iyomasa  -  Jogo de xadrez com foco em usabilidade, cognição, segurança e portabilidade.Por poder ser utilizado tanto por pessoas com deficiência visual quanto por videntes,promove a socialização por meio do esporte e do lazer. O trabalho teve como objetivo promover a integração de pessoas com deficiência visual na sociedade por meio do esporte e do lazer, com a criação de um equipamento para o jogo de xadrez que pode ser utilizado tanto por pessoas cegas, como por pessoas videntes.
 
2.      Sistema visual de navegação por programação e conteúdos interativos de ensino a distância da TV Escola, por André Tanaka - Interface visual do canal de ensino a distância TV Escola, que organiza e determina o fluxo de navegação do usuário dentro do sistema e apresenta aos usuários os materiais disponíveis para visualização. Projeto desenvolvido com o objetivo de unificar os conteúdos de ensino a distância da TV Escola em uma única mídia, a TV Digital, possibilitando aos usuários um acesso mais completo e intuitivo.
 
3.      Cadeira compactável, empilhável e removível, por Cheng Yu Chen - Cadeira compactável que possui maior versatilidade de uso para locais quepermitem alternância de utilização dos móveis em um mesmo espaço.O Trabalho de Conclusão de Curso tem como objetivo estudar o mobiliário mais utilizado pelas pessoas na dia-a-dia – cadeira. A finalidade é projetar uma cadeira compacta que apresente maior versatilidade de uso e que, ao mesmo tempo, ao ser compactável e removível, garanta melhor aproveitamento de espaço.
 
4.      Equipamento portátil para transporte de compras domésticas por usuários a pé, por Cibele Scera Lee - Equipamento composto por uma estrutura móvel metálica com suportes para sacolas de tecido, de utilização em locais internos e externos, auxiliando o transporte durante e após as compras. O transporte de compras domésticas (gêneros alimentícios, produtos para cuidados pessoais e de limpeza) por usuários a pé é uma situação do cotidiano, porém ainda não tem sido um tema muito abordado para que se desenvolvam equipamentos adequados com esta finalidade.
 
5.      Mobiliário para estudo, descanso e armazenamento, para usuários individuais em ambientes de espaço reduzido, por Fábio Watanabe - Mobiliário para pequenos espaços usados para morar e viver. O público alvo é constituído por estudantes que moram fora de suas casas, em repúblicas, jovens adultos solteiros que vivem em quitinetes e pessoas que se encontram na situação de “nomadismo contemporâneo”, viajando pelo mundo e vivendo em locais de forma temporária.
 
6.      Projeto gráfico para o livro infantil “A Arca de Noé”, de Vinícius de Moraes, por Fernanda Ozilak - Livro “A Arca de Noé” em edição reduzida e formato de sanfona, que atrai, principalmente, crianças alfabetizadas e em processo de alfabetização. O projeto destaca a necessidade da utilização de preceitos do Design Gráfico no desenvolvimento de livros infantis.
 
7.      Violão acústico ergonômico, por Kiyoshi Koide - Violão acústico com nova forma e novos materiais, que visa melhorar sua ergonomia e diminuir seu impacto ambiental. Este trabalho de conclusão de curso tinha como principal objetivo o projeto de um violão acústico ergonômico, pois este é um instrumento muito popular, mas seu design permanece praticamente inalterado desde o final do século XIX.
 
8.      Curta experimental de animação: representação tridimensional digital aplicada, por Lucas de Senna - Curta de animação 3D e apresentação sobre técnicas utilizadas na área. O projeto propõe a produção de um curta de animação no qual predominem técnicas de representação tridimensional digital. Tal curta servirá como estudo de caso e base para discussão de técnicas aplicadas a soluções complexas em “3D”.
 
9.      Website educativo voltado ao ensino da língua inglesa para crianças do ensino fundamental entre 9 a 12 anos, por Luisa Enomoto - Website que visa o ensino de inglês para crianças entre 9 e 10 anos, tendo como escopo tal aprendizado em escolas públicas. O trabalho envolve a pesquisa de métodos de ensino de inglês, importância do letramento na infância, o atual estado do ensino de inglês e informatização em escolas públicas e a relaçãoentre interfaces digitais e usuários da faixa etária atendida.
 
10. Embalagens para produtos saudáveis destinados ao público infantil, por Marina Alvarez -Embalagem de alimento baseado em frutas, com considerações sobre a relação pós-consumo entre criança e invólucro. A busca por uma alimentação saudável deve começar cedo, desde a infância. A embalagem criada neste trabalho mostra que frutas, verduras e legumes podem atrair o público infantil.A embalagem deve deixar produtos nutritivos mais interessantes para as crianças, direcionando sua linguagem especificamente para elas.
 
11. Veículo para deslocamento pendular, por Takeshi Sumi - Veículo individual destinado ao transporte da casa para o trabalho e do trabalho para casa. O projeto é um veículo individual destinado ao deslocamento pendular, ou seja, o deslocamento diário da casa ao trabalho e do trabalho a casa. O fato de ser individual é justificado pela baixa média de ocupação de veículos nos centros urbanos, frequentemente abaixo de dois passageiros. O objetivo do veículo é ter agilidade no trânsito e, ao mesmo tempo, proporcionar segurança e conforto ao usuário, não existindo atualmente no mercado nenhum modelo que preencha satisfatoriamente esses três requisitos simultaneamente.
 
12. Produto destinado a servir água mineral fornecida em garrafões retornáveis de 10 e 20 litros, por William Kimura - O trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de mobiliário para pequenos espaços usados para morar e viver, unindo três necessidades humanas fundamentais: o descanso, o trabalho e o armazenamento. Este trabalho tem como objetivo a proposição de um novo produto que cumpra a função de servir a água fornecida em garrafões retornáveis de 10 e 20 litros. Tais garrafões,apesar de possuírem um uso muito difundido, apresentam problemas evidentes relacionados ao seu consumo, decorrentes de deficiências tanto dos próprios garrafões (pesados, difíceis de abrir e de transportar) quanto dos produtos destinados a servi-los (em especial nas questões ergonômicas e de higiene).
 
 
FAUFORMA: DESIGNERS
 
Abertura: 18 de agosto
 
Visitação: 19 de agosto a 18 de setembro, das 10h às 18h
 
Local: Museu da Casa Brasileira
Endereço: Av. Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano Tel. 3032-3727
Entrada Franca
 
Acesso a portadores de deficiência física
Site: www.mcb.org.br
twitter.com/mcb_org
Estacionamento: de terça a sábado até 30 min. grátis, até 2 horas R$ 8,00, demais horas R$ 2,00. Domingo: preço único de R$ 15,00. 
Bicicletário com 20 vagas.

Fonte: A4 Comunicação
Postagem: Magno Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo