A Faixa do Poeta das Faixas: O Tempo não pára

Hoje Cazuza vamos assistir O Tempo Não Pára!



Vídeo retirado do Youtube

Letra de O Tempo Não Pára

O Tempo Não Pára Cazuza

Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu sou o cara
Cansado de correr
Na direção contrária
Sem pódio de chegada ou beijo de namorada
Eu sou mais um cara

Mas se você achar
Que eu tô derrotado
Saiba que ainda estão rolando os dados
Porque o tempo, o tempo não pára

Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára

Eu não tenho data pra comemorar
Às vezes os meus dias são de par em par
Procurando agulha no palheiro

Nas noites de frio é melhor nem nascer
Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer
E assim nos tornamos brasileiros
Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro
Transformam o país inteiro num puteiro
Pois assim se ganha mais dinheiro

A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas idéias não correspondem aos fatos
O tempo não pára

Eu vejo o futuro repetir o passado
Eu vejo um museu de grandes novidades
O tempo não pára
Não pára, não, não pára



© Warner Chappell / Editora GPA
63540878



Letra retirada: http://www.vagalume.com.br/cazuza/o-tempo-nao-para.html#ixzz1fbwzDjXS



Para encerrar a programação de sábado aqui no Folhetim Direto do Baú do Raul ás 23 horas.




Produzido por Magno Oliveira


E-mail do Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com

Siga Magno Oliveira no Twitter: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno

Facebook de Magno Oliveira: http://www.facebook.com/oliveira.m.silva


Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura

Twitter Sociedade Viva Cazuza: http://twitter.com/#!/VivaCazuza

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo