Festival É Tudo Verdade divulga filmes brasileiros na programação


Sete longas e nove curtas integram a competição do evento, que começa no final de março


 A organização do festival de documentários É Tudo Verdade, que acontece entre 22 de março e 01 de abril simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro, divulgou nesta terça-feira (28) a lista de filmes 
nacionais na programação. Sete longas e nove curtas integram a competição do evento, que premiará o longa com R$ 110 mil e o curta, com R$ 10 mil.
 
Entre os filmes selecionados este "Mr. Sganzerla", de Joel Pizzine, sobre o diretor brasileiro Rogério Sganzerla (1946-2004), símbolo do Cinema Marginal; "Dino Cazzola - Uma Filmografia de Brasília", retrato rico em imagens de arquivo sobre a história da capital federal; e, um pouco antes da estreia de "Xingu", o documentário "Coração do Brasil", em que foi refeito o trajeto dos irmãos Villas Boas na década de 1950 para demarcar o centro geográfico do país.
 "É uma honra lançar uma nova safra com raro vigor, nos longas e nos curtas-metragens, nas obras de cineastas consagrados e de jovens revelações", afirma em comunicado Amir Labaki, fundador e diretor do É Tudo Verdade. "A paixão dos realizadores pulsa em cada produção."
 As sessões do festival, sempre com entrada franca, serão realizadas em quatro salas de São Paulo (Cinesesc, Centro Cultural Banco do Brasil, Cinemateca Brasileira, MIS) e quatro no Rio (Unibanco Arteplex, Centro Cultural Banco do Brasil, Instituto Moreira Salles e Oi Futuro - Ipanema).
Veja abaixo a lista de filmes brasileiros do É Tudo Verdade 2012.
Documentário em longa-metragem – competição
"Coração do Brasil", de Daniel Solá Santiago
"Cuíca de Santo Amaro", de Joel de Almeida e Josias Pires
"Dino Cazzola - Uma Filmografia de Brasília", de Andréa Prates e Cleisson Vidal
"Mr. Sganzerla - Os Signos da Luz", de Joel Pizzini
"Os Irmãos Roberto", de Ivana Mendes e Tiago Arakilian
"Paralelo 10", de Silvio Da-Rin
"Tokiori - Dobras do Tempo", de Paulo Pastorelo
Documentário em curta-metragem – competição
"Barbara em Cena", de Ellen Ferreira
"Barbeiros", de Luiz Ferraz e Guilherme Aguilar 
"Capela", de Gustavo Rosa de Moura
"A Cidade", de Liliana Sulzbach
"Entre lá e cá", de Heloisa Passos
"A Galinha que Burlou o Sistema", de Quico Meirelles
"Limbo", de Cao Guimarães
"Piove, Il Film Di Pio", de Thiago Brandimarte Mendonça
"Ser Tão Cinzento", de Henrique Dantas
Programas especiais
"Augusto Boal e o Teatro do Oprimido", de Zelito Viana
"Santos – Cem Anos de Futebol-Arte", de Lina Chamie
"Xáreu – Memórias do Arraial", de Patrícia Ramos Pinto
"Consideração do Poema", de Gustavo Rosa de Moura, Eucanaã Ferraz e Flávio Rosa de Moura
"Cartas para Angola", de Coraci Ruiz e Julio Matos
"Shoot Yourself", de Paula Alzugaray e Ricardo Van Steen

Postagem: Natan Fellipe
E-mail Folhetim Cultural : folhetimcultural@hotmail.com
Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura
Página no Facebook do Folhetim: http://www.facebook.com/pages/Folhetim-


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”