Sentires Poéticos por Ianê Mello


Poema por Ianê Mello
O POEMA

Poema
quando surges
urges urgências
imediatas
és apressado e deslizas
em palavras
que escorrem
no papel
Inexatamente exato
és perfeito
imperfeito sendo
pois que de pouco
muito se torna
e do muito
faz-se um nada

Poema
és alma lavada
purificada em pranto
Poema és sujo
nas palavras coloridas
em sangue
nas quais te embriagas
e te deleitas

Poema
és rarefeito
quando ar te falta
e ter perdes no vazio
Poema
és sombrio
quando turvado na dor
e te banhas em lágrimas

Poema
simplesmente és
a turbulência do momento
em que aconteces
ou a calmaria
de que por ventura padeces

Poema
simplesmente és
tempo e memória.



E-mail do Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com
Twitter de Ianê Mello: http://twitter.com/#!/ianemello
Twitter do Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura

Página do Folhetim Cultural no Facebook: http://www.facebook.com/pages/Folhetim-Cultural/306412726048485?sk=wall

Facebook Ianê Mello:http://www.facebook.com/iane.mello

Todas ás segundas feiras aqui no Folhetim Cultural ás 20 horas Sentires Poéticos!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”