No Café da Manhã com Poesia: Desabafo do Poeta e Me Apaixonei


Neste ano de 2012 No café da manhã com poesia sempre terá a publicação de duas poesias. Magno Oliveira irá expor mais seus textos e comentá los para que assim aja uma maior interação entre o leitor e o criador.


Magno Oliveira já trabalhou como repórter cultural do Jornal Mídia Ambiental (Poá), Teve uma de suas obras publicadas no Livro Antologia Poética do Concurso Augusto dos Anjos, já participou de diversos saraus e mostras de poesias.






Magno Oliveira no twitter: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno


E-mail Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com 


Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura

Facebook de Magno Oliveira: http://www.facebook.com/oliveira.m.silva


Página Folhetim Cultural no facebook: http://www.facebook.com/pages/Folhetim-Cultural/306412726048485?sk=wall


Responsável pelo Folhetim Cultural


Sobre as poesias


Poesia Desabafo do Poeta foi publicada no Site de Poesias On Line e já teve centenas de acessos, foi declamada no sarau Pavio da Cultura, participou de dois concursos Revista Literária e Sarau Pavio da Cultura. A Poesia Me Apaixonei foi publicada já neste quadro a um ano atrás. Estas duas poesias são de 2009, assim como também são as poesias publicadas na semana passada.


Poesia: Desabafo do Poeta



Foto retirada da internet























Eu preciso me encontrar,
Me adaptar...
A vida sem você parece não ter razão,
É como se tudo fosse escuridão.
Sem você é triste a caminhada.
Mas tenho que seguir!
Toda essa luta não pode ser por nada,
Ainda tenho fé,
Vou sorrir.
O que eu preciso é me focar...
Me concentrar...
Mesmo que o mundo diga não,
Mesmo que maltratem o meu coração,
Tenho que continuar,
A linha de chegada ultrapassar.
Mesmo sem você seguirei meu voo com tranquilidade
Em busca de um pouso que me traga felicidade.
Hoje estou sozinho...
Me sinto assim...
Tristeza?
Não!
Pura imaginação,
Fantasia,
Utopia.
Tenho amigos que seguem comigo no caminho
E é isso o que importa para mim...
Esse é o verdadeiro amor, com sua natural beleza.
Eles são a minha salvação
Eles são a minha fortaleza.
Quando eu estiver perdido,
Abalado, magoado, com o coração ferido,
Quando eu estiver triste, preocupado,
Se eu estiver desconsolado,
Sei para quem ligar,
Sei com quem desabafar,
Sei para quem e com quem contar,
Sei quem poderá me ouvir.
Eu posso não saber de tudo
Eu posso não saber as respostas para as perguntas do mundo.
Mas sei em quem eu posso confiar.
Eu sei o suficiente, e o que eu não sei utilizo a meu favor
Em busca da flor,
Do amor,
Da paz,
Em busca do bem,
Do bom, eu quero mais,
Eu quero alguém.

Poesia: Me Apaixonei



Imagem retirada da internet
















Me apaixonei
Por um olhar intrigante.
Me apaixonei
Por um sorriso cativante.
Me encantei
Quando lhe vi.
Me encantei
Pele branca, bela, lisa.
Me apaixonei
Eu penso em você o ar se suaviza
Eu penso em você porque me encantei contigo
Eu penso em você porque tudo em você é lindo
Por você me apaixonei.

Leia Desabafo do Poeta no site de Poesias On Line:


Leia Desabafo do Poeta no orkut em montagem:


Leia Me Apaixonei no orkut em montagem:


Leia Me Apaixonei no site de Poesias On Line:


No sábado e no domingo ás 6 horas é publicada a coluna do poeta Magno Oliveira no Folhetim Cultural




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá