Diário de uma adolescente: No fim é sempre assim


Diário de uma adolescente: No fim é sempre assim


Bárbara Fernanda Cândido, cursou o ensino médio. Trabalhando em uma academia, detesta as futilidades das pessoas que idolatram somente a a aparência física. Seus Hobbies é ir ao cinema, exposições, conhecer lugares novos e a tranquilidade de uma boa chácara para esquecer do mundo. Escreve desde pequena, influenciada por mãe e professores que sempre observaram seu talento. Gosta de livros de ficção, suspense e romances.




Texto: No fim é sempre assim


"No final é sempre assim...
Lágrimas e muita dor.
Nenhuma despedida é tão boa.
E nenhuma alegria completa.
Comigo é sempre assim, as vezes batendo  com a cara na porta,
Enxergando tudo e percebendo...
Poxa, que idiota!
Meu coração estava tão fragmentado
E tudo antes tão destruído...
Quero respirar mais não posso (ainda?).
As faces da moeda que se abatem.
Amar é mais complexo e vasto do que pensei.
Trás determinadas coisas a tona que será que em algum momento eu quis?
Quando abro minha alma, amo.
No fim: valeu a pena fazer tudo isso?
Todas as coisas pelo qual vivo?
Respostas que sempre me negam ao fim.
Entretanto o oposto é o que completa, E quando percebo que caí,
E me machuquei
Levanto, escosto o que me feriu e parto sem olhar para trás.
Partir é bom Lava a mente e desencarrega os encargos de consciência;
Ir para algum lugar comum...
Com o que te espera no futuro.
Ah... o futuro é bom E as incertezas que o circundam também..."
Todas ás quartas feiras ás 20 horas Diário de Uma Adolescente por Barbara Fernanda.





E-mail Folhetim Cultural : folhetimcultural@hotmail.com

Twitter Folhetim Cultural: http://twitter.com/#!/FolhetimCultura


Página no Facebook do Folhetim Cultural: http://www.facebook.com/pages/Folhetim-Cultural/306412726048485?sk=wall


Twitter Barbara Fernanda: http://twitter.com/#!/babi_doux


Facebook Barbara Fernanda: http://www.facebook.com/babidoux

Comentários

  1. Preciosa Poesía de Bárbara. Me ha encantado.
    Es cierto; todo es opuesto y todo se complementa.
    Siempre hay que levantarse y seguir el camino, recorrer el horizonte Futuro y sumergirse en incertezas e interrogantes que confirman que estamos vivos...que queremos vivir intensamente.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá