Chá das 5 com Regina Azevedo







Regina Azevedo participará todo mês num sábado, aqui no Chá das 5. Carioca, mora até hoje na cidade maravilhosa.







Íntimo


Quero ver ainda algo acontecer. 
Que me tire do caos em que me encontro.
Dentro é tão imenso...
E todos os espaços ocupados por tormentos. 
Fora tudo se acumula num monte crescente...
Crescente...
Crescente...
E assim, tudo de fora é pequeno.
Se comparado com o que cresce dentro...
Dentro...
Dentro...

Tum...
Tum...
Tum...

Regina Azevedo.

Comentários

  1. Lindo poema Parabens para você Regina e também ao folhetim Cultural.
    Beijos e abraços para voces
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  2. Que poema delicioso!
    Gostei muito Regina e espero poder estar mais vezes aqui no Folhetim Cultural e apreciar esse momento poético.

    Obrigado por me visitarem

    Beijos e abraços a todos
    Irene Moreira
    Blog M@myrene

    ResponderExcluir
  3. Precioso poema el de Regina. Volveré a pasarme por tu casa. Saudos

    ResponderExcluir
  4. Una sensación muy familiar. Pero no creo que haya que cifrar la disolución de la misma en nada externo: lo que se acumula fuera seguirá acumulándose siempre, y en el fondo nada nuevo pasa que nosotros mismos no queramos interpretar como nuevo. La solución, antes o después, de una forma u otra, viene siempre de dentro. Y llegará, al menos en mi caso, porque la sigo persiguiendo. Espero que llegue también para todos los que se sienten perdidos, a ratos o todo el tiempo.

    ResponderExcluir
  5. Lindo Blog... Obrigada pela indicação, tb pelo coment. em meu Blog SER POETA...

    Jacque

    ResponderExcluir
  6. gente, que poema mais lindo, amei. lindo, lindo, parabens. terê.

    ResponderExcluir
  7. O infinito está dentro.
    Bonito poema e concepção.
    beijo

    ResponderExcluir
  8. Fico sempre entusiasmado com a leitura. Os poemas a prosas, mesmo que sejam do Brasil. Para mim tem sido de Fernando Pessoa,a João de Deus, Florbela Espanca já com uma paixão imensa na escrita pelas suas relações amorosas, Garret, Castro Alves, e tantos outros. Um belíssimo blog que tem aqui, os meus parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Oi, obrigada pela visita, passei para conhecer o blog, achei super interessante, vou voltar..

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Passando por aqui para agradecer sua visita e conhecer um pouco mais da proposta do seu espaço, está tudo muito bom!
    Um abraço, ótima semana

    ResponderExcluir
  11. Bonito poema e bonito final(Tum Tum Tum) Eu tamén estou de acordo, o que socede dentro é sempre o mais importante. Ás veces pensamos que as cousas chégannos sempre de fora, pero non é certo, senón escoitemos ó noso corazón.
    Unha aperta

    ResponderExcluir
  12. Gostei da proposta do blog!
    E esse poema é simples e lindo, do jeito que eu gosto!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns Regina! Ficou muito lindo esse poema. Simples, belo e rápido. tudo que um leitor precisa para prender-se ao texto.

    ResponderExcluir
  14. Agradeço com carinho a atenção de todos que postaram e deixo aqui o meu abraço carioca.
    Bjus!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá