Memória Viva homenageará as mulheres nesta quarta (30/3)


O Projeto Memória Viva, iniciativa da Prefeitura de Suzano, e concretizada por meio da Secretaria Municipal de Cultura, fará nesta quarta-feira (30/3), às 20h, uma edição em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, em que as homenageadas da noite serão Zaira Assen Torran e Esther Hidalgo Leite Rondinelli (in memoriam). Os artistas Chiquinho e Teresa, que sempre cantam clássicos da música popular brasileira, interpretarão a trajetória musical da cantora Clara Nunes.

Zaira Assen Torrano, ou Dona Zaíra, como é conhecida, nasceu em 1º de janeiro de 1922, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Foi a primeira dos sete filhos do comerciante Alle Assen e Maria de Paula Assen.

A família veio morar em Suzano em 1969, e sempre trabalhou para amparar os necessitados, seja distribuindo alimentos, ministrando cursos de evangelização, corte e costura, crochê, colaborando na manutenção de entidades beneficentes como a Vinha de Luz e Creche Allan Kardec, frisando que os trabalhos filantrópicos só são possíveis graças ao auxílio de entidades como o Lions Clube, Rotary Club, e de comerciantes, empresários e pessoas físicas.

Zaira continua trabalhando em prol da população por meio da Associação Beneficente André Luiz.

Esther Hidalgo Leite Rondinelli (in memoriam) nasceu em 10 de agosto de 1915 em São Paulo. Filha de Benedicto Hidalgo Leite e Juventina Freire Leite, sempre se preocupou com o bem estar da comunidade: costurou fardas para os soldados paulistas durante a Revolução Constitucionalista, foi comissária de menores durante cinco anos, presidente da Associação das Famílias dos Rotarianos de Suzano no período de 1959 à 1960, cursou primeiros socorros no Hospital das Clínicas de Suzano para auxiliar nos serviços do Ambulatório dos Pobres do Cáritas da Igreja São Sebastião, distribuiu medicamentos e alimentos para as pessoas carentes e socorreu os desabrigados de enchentes.

Fator marcante de sua biografia é o exercício da presidência durante 33 anos (de 1955 a 1988) da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Suzano, que foi fundada por oito voluntárias em 1955, com a missão de arrecadar fundos para as obras assistenciais, transmitir conhecimentos sobre a doença e encaminhar os doentes para tratamento no Hospital do Câncer da Fundação Antonio Prudente.

Recebeu o Título de Cidadã Suzanense em 1981, por indicação da então vereadora Elisabeth da Silva Moretti. Faleceu no dia 3 de agosto de 1988.

O Projeto Memória Viva é uma atividade aberta a toda a população e a entrada é gratuita. Para mais informações ligar para o número 4747-4180 ou 4748-7348.

Revisão e postado por Magno Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo