No Café da Manhã com Poesia: E quando você passa

Magno Oliveira é poeta, blogueiro e repórter cultural e colunista esportivo. Junto com o radialista Bruno Martins criou o Blog Folhetim Cultural e todo sábado escreverá No Café da Manhã com Poesia. 


Contatos: (011)  61903992
oliveira_m_silva@hotmail.com
Siga me no twitter @oliveirasmagno ou twitter.com/oliveirasmagno






E quando você passa

E quando você passa
A tristeza em mim vai embora
Estou sorrindo agora.
E quando você passa
Perco a noção
Tudo é bom, nada é não.
E quando você passa
Esqueço quem eu sou
Não me recordo onde vou.
E quando você passa
Seu olhar trás beleza para  o meu
E o meu fica querendo estar no seu,
No seu belo olhar
Mais belo que o azul da cor do mar
Mais belo que o luar.

Comentários

  1. Belo poema ;)Gostei do blog, uma ideia inovadora e que concordo plenamente ;)

    ResponderExcluir
  2. Moreira

    Fico feliz por gostar de meu texto. Aqui é um ponto para cultura e informação. Faço um convite a você sempre estar por aqui. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Olá boa tarde, deste lado do Atlântico.
    Obrigada pela visita. Aceitei o seu convite e vim até cá movida pela curiosidade; gostei do espaço, gostei do poema e fico feliz pela existência deste Folhetim Cultural. Pode crer que vou segui-lo com todo o interesse.
    Parabéns e votos de SUCESSOS!!!
    Maria Mamede

    ResponderExcluir
  4. Maria Mamede

    Boa Tarde. Grato fico por ter retribuído. Fico fliz por ter agradado com meu texto. Com meu trabalho espero sempre você aqui. Desejo sucesso a ti também...

    ResponderExcluir
  5. Olá! Lindo poema, lindas palavras.

    Gostei muito do blog e prometo voltar

    ResponderExcluir
  6. Olá Magno!

    Já vivi esse momento primavera. Fora o tanto que eu tremia, ficava nervosa, boba... A ansiedade era tanta por esse passar e sentir tudo outra vez.

    Juliana Carla
    brailledalma.blogspot.com

    Ps.: Sinto muito pela demora para vir lhe visitar. O meu tempo está cada vez mais curto. Enfim, obrigada pelo convite e visita no BRAILLE DA ALMA. Seja bem-vindo! Sigo-te! Felicidades.

    ResponderExcluir
  7. Kafia

    Fico feliz que tenha gostado do meu texto! Irei aguardar sempre a sua visita aqui. Ás 9 da manhã no sábado estarei aqui com um texto.

    ResponderExcluir
  8. Juliana

    O amor faz parte da nossa vida. Como todos os outros sentimentos isso é que é viver.

    ResponderExcluir
  9. Olá. Também vim prestigiar teu novo espaço e ainda mais o conteúdo. Um lindo poema.
    Quando puder apareça no *Vozes de Minha Alma* e seja bem vindo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Olá Fico feliz que tenha gostado de meu texto. Sempre que puder concerteza irei visitar seu blog.

    Magno Oliveira

    ResponderExcluir
  11. esta asturiana se queda de tu seguidora por la belleza y sabiduría que aportas , muchisimas gracias por pasarte por mi bloc y darmelo a conocer, un besin muy muy grande.

    ResponderExcluir
  12. Agradeço a sua visita ao meu blog, mais uma vez.
    Retribuo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  13. Obrigado pela presença na Nômade Escola de Poesia! É um prazer recebe-lo! Lindo o espaço do Folhetim Cultural... Passo a acompanha-lo!

    Convido-o a conhecer o meu blog de poesias próprias, AMigo da Sofia (http://amigodasofia.blogspot.com/)

    Luz e Paz!

    ResponderExcluir
  14. Grazas por pasar polo meu blog e deixarme o teu. O texto é fermoso. É verdade que o amor é o motor que move o mundo. Deixemos mostra delo.
    unha aperta.

    ResponderExcluir
  15. Belo texto, Mágno!
    Grande abraço carioca, meu lindo!

    ResponderExcluir
  16. Gracias pola invitación, estarei encantada de seguir este excelente blog.
    Saúdos e unha aperta.

    ResponderExcluir
  17. Ah!
    O amor...
    Ainda bem que essa febre logo passa!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”