Chá das com Bruno Martins


Sou o Bruno Martins tenho 20 anos, locutor e apresentador de programa em uma rádio comunitária. Escrevo desde os 14 anos, entre criticas e poesias. Espero que gostem das minhas escritas.

Um mundo sem mulher

Um mundo sem mulher seria um mundo sem vida,
Um mundo sem batom e lápis de olho.
Um mundo sem mulher seria uma Avenida Paulista só de carros pretos;
Séria ir ao estádio e não ouvir mais “Gostoso” mesmo quando o jogador acabará de perder um pênalti.
Um mundo sem mulher é em cada esquina você encontrar apenas barbearias em vez de salão de cabeleireiros, onde elas estariam reunidas para conversarem sobre o capitulo da novela ou da vida de qualquer uma delas;
Um mundo sem mulher é você apenas dizer “um que bom” quando o seu filho de seis anos está lá na frente em cima de um palco apresentando um teatro que ele ensaiou durante meses.
A mulher certamente estará do seu lado chorando enquanto você estará bocejando.
Um mundo sem mulher é um jantar sem tempero,
Um almoço requentado
E um café da tarde no Mcdonald.
Um mundo sem mulher é um calçadão só de calças, um SPA só de cuecas, uma piscina cheia de sungas, um televisor só de Alexandre Frota;
Há como seria o mundo sem as mulheres?
Talvez elas nem tivessem chegado à vida publica, não teria se tornado presidente, não teria mudado a história de uma nação onde os homens eram os coronéis.
Um mundo sem mulher é você rir de tudo e não chorar de nada,
É você assistir o Big Brother e não ver qual é o sentido emocional que o programa passa e olhar apenas as coxas e seios das modelos e dançarinas das noites paulistanas, imaginando que você um dia terá uma mulher daquelas dividindo o mesmo cobertor com você na cama.
É você ver uma rosa e chamá-la de planta.
É você querer comprar absorventes para a sua cachorrinha, pois ela é o único ser feminino que divide espaço com você no mesmo teto;
Um mundo sem mulher é o casamento sem véu e grinalda,
Não existiriam sogras (essa seria a única parte boa do mundo sem mulher)
Não existiriam filhos...
Não existiria a emoção de ser pai, de ser surpreendido por sua mulher que entra no quarto, calada olhando para o espelho e quando você pergunta para ela o que está acontecendo, ela virá e te mostra um par de sapatinhos de bebê. E você todo meloso se derreteria a chorar.
Num mundo sem mulher não teria o almoço de domingo envolta da mesa, mas sim a pizza de ontem e o refrigerante sem gás que certamente você estaria comendo enfrente ao televisor só de Alexandre Frota.
Um mundo sem mulher é não ter marca de batom na sua camisa, pior ainda é não ter quem brigue com você. É não ter quem peça o divórcio.
Um mundo sem mulher é um apartamento que você pinta sozinho, decora de qualquer jeito é você dormir na cama achá-la grande demais e preferir o sofá.
Enfim um mundo sem mulher é você literalmente ser infeliz para o resto da vida, preferir a morte, morrer e não ter para quem deixar a herança.
Por isso você que está na sua casa assistindo Big Brother corra da tevê enquanto é tempo ela só vai te mostrar um mundo cheio de homens e mulheres que você jamais vai poder tocá-las. Vá pra uma esquina qualquer, talvez a sua mulher esteja em algum ponto de ônibus esperando que você a encontre, e jure a ela amor eterno, uma casa no campo e muitos filhos.
Pois é melhor que o mundo não tenha nenhuma mulher, mas que você tenha alguém para esquentar o pé quando a noite estiver fria.
Bruno Martins
17/01/2011


As opiniões emitidas nas colunas neste blog, não refletem necessariamente a opinião do Folhetim Cultural.

Comentários

  1. Gracias por su visita a mi blog, el suyo es muy interesante, lo visitaré asiduamente.
    Adéus

    ResponderExcluir
  2. Ola, o primeiro é que o meu portugues nao é muito bom..

    peco disculpas..

    gostei desde escrito, as mulheres como os homes sao necesarios eu necesito aos homes muito y gosto delos, ja, ja, ja.

    muito obrigada por a tua invitacao a participar em teu blog..

    estarei mais vezes pois gosto dele.

    y gosto de todo o Portugues, vou para lá com muita frecuencia.

    Um abraco.. e ate cedo

    ResponderExcluir
  3. Te agradezco tu visita a mi blog pero leer en portugués me resulta un tanto dificil.

    ResponderExcluir
  4. El mundo sin mujeres
    no sería mundo...

    Paz&Amor

    Isaac

    ResponderExcluir
  5. Um mundo sem a mulher séria inimaginable
    Um prazer devolver-te a visita
    Saludos

    ResponderExcluir
  6. Vc valorizou a mulher em seu texto, isso mostra o seu amor por nós. Obrigada pelo carinho. Abraços cariocas!

    ResponderExcluir
  7. Mujer es sinónimo de fertilidad, creación, amor, emoción, energía vital...

    Saludos.

    ResponderExcluir
  8. Amigo: Um mundo sem mulheres, nos homens também não existiamos, para mim as mulheres são as mais belas flores ao cimo da terra, não é por acaso que eu as tratos ppor belas e eternas flores.
    Um abraço
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  9. Un mundo sin mujeres sería tan mortalmente aburrido como un mundo sin hombres... pero no deja de ser interesante imaginarlo. A mí me resulta divertido imaginarme a los hombres embarazados, a punto de dar a luz, con su panza a cuestas, llevándose las manos a los riñones, pero con su cara feliz ante la expectativa de la próxima llegada de otro ser vivo, de su propio hijo. Me los imagino transformados en seres más pacíficos y sin ocuparse de cuál va a ser la próxima pelea, batalla, partido o guerra en la que les gustaría participar.

    Gracias por tu invitación, ha sido un placer. Saludos cordiales. Franziska

    ResponderExcluir
  10. Un mund sin mujeres seria muy aburrido. Los hombres serian autómatas, ya que solo se mueven al impulso de la mujer.
    Muy interesante tu escrito. Me gusta el blog Cuenta con una nueva amiga.
    Un beso.

    ResponderExcluir
  11. Belíssimo texto... Você conseguiu passar a essencia do tema abordado para as palavras, o que o torna mais especial no seu ato de escrevr. BRAVO!

    http://www.robertavladya.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. encantada de que pasaras por mi blog bonita reflexion por que un mundo sin mujeres si en verdad es un jardín sin flor .. al igual que sin el hombre derechos de igualdad para todos un cordial saludo me pondré como seguidora pues los escritos me parecieron muy lindos,

    ResponderExcluir
  13. ¡Gracias, gracias, gracias!
    Me parece muy bien que alguien reconozca las cosas buenas que hay en cada mujer.
    Me doy por aludida y te agradezco esta entrada, amigo

    ResponderExcluir
  14. Estoy de acuerdo con Josefa, un sociedad o un pueblo sin mujeres, está carente de vida y alegría.

    Me gustaron tus palabras; es un modo excelente de contribuir al respeto hacia las mujeres (en España mueren al año, muchas mujeres asesinadas por sus parejas), a la igualdad entre hombres y mujeres.

    Gracias por tu amable visita e invitación.

    un saludo

    ResponderExcluir
  15. Me paso y me quedo, y te agradezco tu visita sumamente. Las mujeres, como bien dices, son el pilar central de esta tierra...


    www.aullidodepena.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Antes que nada, pedirte disculpas pues me cuesta hacerme con tu idioma. Lo cierto es que no tengo muy claro el comentario que me has hecho. Una vez dicho esto, paso a comentar acerca de tu entrada.
    Cierto: el mundo sin las mujeres dejaría de existir. Aunque, sin lugar a dudas, también dejaría de existir caso de carecer de hombres.
    Preciosa entrada, me ha gustado mucho. Gracias por la visita y el comentario, amigo Bruno. Un abrazo.

    ResponderExcluir
  17. E um mundos sem homens sensíveis como teu...seria como uma Primavera sem flores perfumadas de cores.
    Meu abraço para ti desde meu mar.
    mar

    ResponderExcluir
  18. Bom seu texto, conseguiu me segurar, mesmo eu não querendo discutir o argumento. muito bom

    ResponderExcluir
  19. Hola!
    Este escrito está estupendo.

    Sí,al menos los hombres tienen a las mujeres para calentarle los pies en la cama y no sólo para discutir je,je;nosotras también necesitamos al hombre para que nos calienten nuestros pies en los frios inviernos y para que sean amables con nosotras.Pienso que el mundo sin alguno de los dos sexos seria un sitio muy monótono.

    Me ha gustado mucho.

    Un saludo.

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Para quê mulher?
    Bastam meias de lã e um gato gordo.
    Aposto que o Magrão, o Silvio e o Vadinho concordam e a Cris discorda.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Se já tenho um super ego por simplismente ser mulher, agora depois de ler isto aumentou bem mais! Parabéns! adorei!

    Por sinal, se o sr. Ranzinza não precisa de mulher porque ele tem uma?

    rsrsrsrrs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo