Do Ouvidor para o Folhetim Cultural: Cidadania abre portas para a arte

A bica da 13 de maio mudou de aspecto
O que era piche hoje é arte transformada em grafite na bica do Bairro Treze de Maio, em Santa Isabel, com um gasto aproximado de R$ 700,00 o cabeleireiro Alexandre da Silva Barbosa, mais conhecido como “Bozó”, contratou grafiteiros para que na semana em que se lembra os 20 anos da morte do piloto da Fórmula 1 Ayrton Senna, desenhassem o rosto do piloto em uma parede nos fundos da bica.
“A intenção não é apenas homenagear o Senna, mas principalmente fazer com que as pessoas reflitam antes de danificar o espaço público com pichações, todos podem aderir ao grafite, pois a arte deixa a cidade onde vivemos mais bonita”, ressalta.
Para fazer o grafite Alexandre teve aprovação da dona do imóvel: “Expliquei que o desenho tamparia todas aquelas palavras pichadas e passaria uma mensagem legal, sem contar que as pessoas admiram o Senna por tudo o que ele foi”. O Cabeleireiro espera que, em parceria com a Prefeitura, até o final deste ano conseguir levar o grafite para o seu bairro no Jd. Vista Verde.
Matéria e foto: Bruno Martins


Comentários

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo