COMO DESRESPEITAR UM GRUPO DE 10 ANOS DE HISTÓRIA


O Grupo de Teatro Neura passou por uma situação muito constrangedora no dia 08 de maio. Foi tão ruim que o grupo publicou uma nota oficial no seu blog oficial.

Está difícil começar a escrever esse texto. Enquanto escrevo me lembro de passagens, detalhes, momentos difíceis e momentos deliciosos que o Teatro da Neura passou ao longo de seus 10 anos de trajetória. Com todo esse tempo - que na realidade nem é tanto tempo assim sob o ponto de vista histórico - tivemos que lutar por bandeiras, anseios, contra injustiças ...e não foram poucas.


Portanto, peço desde já que me perdoem o teor que as vezes possa parecer apaixonado e que leve a determinadas confusões por parte de quem ler.

CONTEXTUALIZANDO 

O fato é que o Teatro da Neura, através do Instituto N de Arte e Cultura - entidade representativa - fez um pedido de algumas datas para o uso do único espaço público de cultura que a Prefeitura de Suzano, através da Secretaria de Cultura mantém desde 2013: o Teatro Municipal Dr. Armando de Ré. Tinha o Galpão das Artes mas foi fechado pelo secretário de Cultura sob a promessa de substituir por outro melhor equipado mas até agora, nada.

Esse pedido foi ratificado dia 17 de janeiro (reservem essa data, por favor) e nele está contido uma agenda que, para além das datas de apresentação, serviria para colaborar nas comemorações dos 10 anos que o grupo está comemorando e festejando. Um grupo nascido na cidade e que assume sua sede em Suzano. Nessas datas tem reestreias e remontagens que celebram esse encontro tão importante entre o público e a nossa obra artística. 

requerimento aprovado pela Secretaria de Cultura de Suzano


Poderiam ter negado alegando que a agenda já estava preenchida uma vez que não há nenhum tipo de critério para o uso do Teatro Municipal, mas ao invés disso, ratificaram a data. Então todos nós iniciamos um processo de apuramento dessas atividades: ensaios e preparação que, sabemos, leva tempo e dedicação para ficar com qualidade já que é nosso aniversário de 10 anos e temos compromisso ético com a qualidade dos nossos trabalhos.

Eis que 05 de maio (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) ficamos sabendo, não pela secretaria e sim por uma divulgação na frente do teatro, que outro evento de grande porte estava agendado nos mesmos dias que já havíamos tido como reservados. Tasca nós, insanos, loucos, pegos de surpresa e praticamente com o bloco na rua com venda antecipada de ingressos, agendamento com escolas, acionamento de colaboração com toda midia da região tendo que resolver uma situação que, sinceramente, não sabíamos como resolver a não ser iniciar uma tremenda mobilização para organizar as coisas.

Com a total inoperância do Secretário de Cultura e falta de força política e pessoal para resolver a situação, coube a outros secretários da atual gestão se desdobrar em mil para resolver da melhor maneira possível o embrolho. E resolveram! Incrivelmente, resolveram! Dia 07 de maio saímos com a notícia que estava tudo resolvido. Saímos felizes, acreditando que "poxa, que bacana que deu certo mesmo tendo prejudicado o outro evento que nada tinha feito de errado. Que bacana que os dois eventos vão ocorrer apesar de tudo!!!" Ficamos felizes.

Aí hoje, dia 08 de maio, chegamos pela manhã para iniciar a montagem de luz da peça infantil "A Menina da Cabeça de Bola" e eis que nos deparamos com um evento de Direito (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) acontecendo lá. Ou seja, não avisaram eles da mesma situação. Perdemos, por pura incompetência de algo simples - o agendamento de espaço público - toda uma programação já feita.

Todo o esforço da equipe do governo em tentar resolver a situação não conseguiu superar o tamanho da incompetência da Secretaria de Cultura.

Sem mais delongas e como fico em dúvida em vários coisas, tenho aqui alguns questionamentos a fazer. São perguntas que ficarão soltas no ar, mas que vale ser feita.

PERGUNTAS AO SECRETÁRIO DE CULTURA
Sr Suami Paula de Azevedo não precisa responder se não quiser, mas:

1 - Quais os critérios de agendamento dos espaços públicos, em específico do Teatro Municipal Dr. Armando de Ré?

2 - Quem é responsável - ou responsáveis - por esse agendamento?

3 - Por que outros secretários do governo Tokuzumi (PSDB/DEM) tiveram que resolver um problema causado pela sua secretaria?

4 - Quando o senhor ficou sabendo que havia esse problema?

5 - Quem o senhor deixou incumbido de avisar a Unisuz sobre esse equívoco de hoje?

6 - O que o senhor acha de estar a frente da Secretaria de Cultura, com um salário perto dos R$ 10.000,00 (dez mil reais) e não conseguir ter controle sobre um fato tão importante como esse e outros que ocorrem na Secretaria de Cultura e que é de conhecimento de artistas, funcionários e agentes culturais?

7 - O senhor poderia escrever sobre o que o acredita que seja ética?

8 -Se o senhor tivesse para lançar um livro como esses que o senhor cita nesse singelo artigo > O Mundo Gira < e no dia ou um dia antes soubesse que o carro que estava trazendo os livros os levou para outro Estado do Brasil, o senhor faria o que:
8.1 - Entregaria, como forma de pedido de desculpas, uma cópia em papel sulfite para os convidados;
8.2 - Acharia hiper normal o ocorrido, aceitaria o pedido de desculpas da Editora e continuaria sua noite de lançamento (que obviamente não poderia ser no Centro Cultural de Suzano porque hoje ele fecha as 17h sob sua orientação) como se nada tivesse ocorrido;
8.3 - Gastaria seus créditos no celular ligando para todos os convidados pedindo desculpas dizendo que o erro foi seu e não da gráfica;
8.4 - Sentaria numa cadeira e choraria;
8.5 - Outros
8.6 - Nenhuma das anteriores.

9 - Público de teatro é instável. O senhor talvez não saiba muito pq não costuma ver espetáculos de teatro de grupos da cidade de Suzano, mas é um público instável. Podem vir 10, 100, 1.000. Nesse caso e já que a maioria das perguntas anteriores provoquem uma certa resposta subjetiva, como avaliamos os prejuízos econômicos do Teatro da Neura, levando em consideração que a nossa única fonte de renda é a bilheteria que gentilmente o público paga para nos ver?

10 - O senhor tem alguma sugestão de como explicar pra crianças que estavam agendadas de uma escola de Biritiba Mirim para ver o espetáculo "A Menina da Cabeça de Bola" hoje as 15h? Vale informar que todas elas nunca tinham visto uma peça de teatro sequer, muito menos entrado num Teatro Municipal e que veriam de graça como nossa contrapartida sócio-cultural.

11- Tem também alguma sugestão para explicarmos isso para as escolas que tivemos que desmarcar toda a mobilização que fizeram? O senhor sabe o quanto é difícil hoje em dia convencer um diretor de escola em deslocar seus alunos pra ver teatro fora do espaço escolar sem o aporte de nenhum órgão público?

12 - O senhor ainda tem anotado as disciplinas de sua formação na Europa? Lá falava de algo assim?

13 - Quais dessas datas ainda teremos? Ou não teremos mais nenhuma? 

PERGUNTAS AO PREFEITO DE SUZANO
Aproveito a paixão do momento e peço a autorização enquanto cidadão de fazer poucas perguntas ao Prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB) que acho salutares.

1 - Como o senhor sabe melhor que eu, senhor Prefeito, cargo de secretário é um cargo político - mesmo que tenha habilidades técnicas para ocupar o cargo. Sendo assim pergunto: que raios de acordo político que o senhor fez que ainda mantém uma dinâmica de "apagar incêndio" nas posturas da Secretaria de Cultura?

2 - Está valendo a pena o custo/benefício?

3 - O que o senhor acha de ter que deslocar outros secretários para resolver problemas gerados pela Secretaria de Cultura?

4 - O senhor acha realmente que mandando embora um ou outro funcionário - coisa que já fez ano passado, diga-se de passagem - solucionaria o problema?

5 - Na boa, cá entre nós pq poucas pessoas leem esse humilde blog: quem o senhor acha que é o responsável por essa gama de erros?

PEDIDO DE DESCULPAS

Mesmo nós não sendo os causadores diretos dessa confusão de hoje, pedimos desculpas ao público que eventualmente aparecer hoje no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré. 

Peço também a compreensão da Rede DS e ao Grupo Mogi News que generosamente nos acolheram e acolhem divulgando nossas ações. Nesse mundo cão em que vivemos, cada notícia sobre arte e cultura, ajuda a melhorar as pessoas, proporcionar acesso a cultura e, mesmo que singelo, colabora para um mundo melhor. Espero que esse equívoco não cause desprestigio ou incredulidade perante seus leitores e estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Pedimos desculpas para os secretários que tentaram a todo custo resolver o problema. como podem ver, o buraco é mais embaixo. fomos todos pegos de surpresa.
  

NEUROFOBIA CONTINUA

Por favor, o Neurofobia continua e os 10 anos do Teatro da Neura será ainda de muita alegria e encontros deliciosos com a plateia e apoiadores que sempre estiveram do nosso lado.

Por favor, acessem o site do grupo e acompanhem nossas ações: www.teatrodaneura.com

Grupo de Teatro Neura

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá