Para as mães: atuais e futuras!





  Uma singela homenagem do poeta Beto Ribeiro e da equipe 
do Folhetim Cultural, para todas as mamães.





Mãe II

Ela ama
Ela chora
Ela briga
Ela ora

É ela que lhe cobre de noite
Que lhe beija desejando bons sonhos
Que lhe acorda para estudar
Que te espera para almoçar

De noite pergunta como foi seu dia
Mesmo estando doente não se abala
Mas é só você ter um leve resfriado
Para deixa- lá com medo

Ela é alta
Ela é baixa
Ela é só
Ela é todas

Ela sofre calada para não te preocupar
E chora no quarto, sozinha para não te assustar
Ela fica longe o dia todo e sabe quando você está triste
Ela pode até lhe ver poucas vezes, mas não para de pensar em você

Ela é uma e um milhão
Ela é sozinha no meio da multidão
Ela brinca mesmo quando não quer
Ela sim sabe como é ser mulher

Ela é a minha, é a sua, é nossa
Ela foi abençoada com o dom de ser mãe
De sangue ou de coração
Ela é mãe em qualquer condição

Beto Ribeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo