No Café da Manhã com Poesia: Carol, Carolzinha


Magno Oliveira é poeta, blogueiro e repórter cultural. Junto com o radialista Bruno Martins criou o Blog Folhetim Cultural e todo sábado escreverá No Café da Manhã com Poesia ás 07 da manhã, com reprise aos domingos ás 09 horas da manhã.
E-mail do blog: folhetimcultural@hotmail.com
Magno Oliveira no twitter: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno
Telefone: 55 11 61903992
E-mail/ Orkut: oliveira_m_silva@hotmail.com




Poesia: Carol, Carolzinha

Carol, Carolzinha,

Princesa, princesinha,

Burguesa, burguesinha.

Carol, Carolzinha é uma menininha,

Que tira o fôlego de dois garotos

Perto dela eles ficam tímidos,

Mas longe são soltos.

Quando eles a vêem, os olhos deles ficam tão lindos.

Carol, Carolzinha é uma gatinha

E é, por isso, que eu fiz essa poesia

É que ela por onde passa enche o ar de alegria.

Essa poesia é para: Carol, Carolzinha,

Princesa, princesinha,

Burguesa, burguesinha.

Comentários

  1. Se Carol é uma menininha, como já pode ser burguesinha?

    Apenas uma pergunta, pois achava que o crescimento, a maturidade torna as pessoas burguesas ...ou não.

    Abração!

    Mirze

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”