No Café da Manhã com Poesia: Carol, Carolzinha


Magno Oliveira é poeta, blogueiro e repórter cultural. Junto com o radialista Bruno Martins criou o Blog Folhetim Cultural e todo sábado escreverá No Café da Manhã com Poesia ás 07 da manhã, com reprise aos domingos ás 09 horas da manhã.
E-mail do blog: folhetimcultural@hotmail.com
Magno Oliveira no twitter: http://twitter.com/#!/oliveirasmagno
Telefone: 55 11 61903992
E-mail/ Orkut: oliveira_m_silva@hotmail.com




Poesia: Carol, Carolzinha

Carol, Carolzinha,

Princesa, princesinha,

Burguesa, burguesinha.

Carol, Carolzinha é uma menininha,

Que tira o fôlego de dois garotos

Perto dela eles ficam tímidos,

Mas longe são soltos.

Quando eles a vêem, os olhos deles ficam tão lindos.

Carol, Carolzinha é uma gatinha

E é, por isso, que eu fiz essa poesia

É que ela por onde passa enche o ar de alegria.

Essa poesia é para: Carol, Carolzinha,

Princesa, princesinha,

Burguesa, burguesinha.

Comentários

  1. Se Carol é uma menininha, como já pode ser burguesinha?

    Apenas uma pergunta, pois achava que o crescimento, a maturidade torna as pessoas burguesas ...ou não.

    Abração!

    Mirze

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo