Roberto Prado se torna acadêmico

Roberto Prado famoso Ranzinza é admitido na Academia de Letras de Teófilo Otoni

Roberto Prado Barbosa Júnior recebe do estado vizinho reconhecimento, mora em São Vicente e escreve para o mundo com o Blog do Nêmesis e o Folhetim Cultural. Já publicou dois livros o segundo Gringas e Outras Histórias chega a segunda edição este ano pela editora CBJE.

A Academia de Letras de Teófilo Otoni convidou no começo deste ano o escritor para ser membro correspondente da academia. Ao longo destes meses foi feita a transição para que Roberto tomasse posse de seu cargo e agora com diploma Prado pode se sentir orgulhoso e não só o Roberto, mas o Folhetim Cultural também por ter um talento em seu blog um Hemingway do século XXI.

Seu sobrinho Mario Prado fala sobre o tio:

“O prazer dele é passar o conhecimento e as experiências vividas... Muitas vezes ficamos juntos ouvindo músicas, ele narrando cada acontecimento que viverá. Todas as broncas que me deu valeram a pena, os conselhos, nada, nada que ele tenha me dito foi em vão, nada! E as  ROUBADAS que ele me carregava... Nunca vou esquecer de uma tal de Ilha de Ana (risos).  Posso dizer que tenho o melhor TIO e PADRINHO de todos os tempos!”.

No Blog do Nêmesis Roberto Prado escreve desde 2010 no Folhetim Cultural começou participando do Chá das 5 em 2011 neste mesmo ano com sucesso em suas participações ganhou quadro solo que até hoje é publicado no Folhetim Devaneios do Ranzinza por Roberto Prado.

No Folhetim Devaneios do Ranzinza 20 horas sábados e terças mesmo horário e Chá das 5 sábados e quintas feiras uma vez ao mês.

O Folhetim Cultural não poderia deixar de conversar com Roberto sobre este feito acompanhe a pequena entrevista do escritor:

Folhetim Cultural: Como você se sente sendo homenageado pelo estado vizinho da nossa região?

Roberto Prado: Ainda estou Besta, tentando digerir isso. Mostrei a algumas pessoas. A reação delas? Se fosse uma foto de um marciano teriam entendido melhor.

Folhetim Cultural: Este momento aonde seu livro chega a segunda edição e participa como membro da academia é seu ápice?

Roberto Prado: Espero que não, quero ir mais alto ainda...

Folhetim Cultural: O que seus leitores podem esperar de ti nesta fase?

Roberto Prado: Mais do mesmo, mas sempre o melhor do mesmo.


Entrevista e matéria: Magno Oliveira
Foto: Academia de Letras de Teófilo Otoni
Agradecimentos: Mario Prado








Comentários

  1. Hahahahahahahaha, esse cara não existe...

    ResponderExcluir
  2. esse e meu tio rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Roberto....esse é o cara!!! Parabéns amigo. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Esse meu titio lindo sempre me recheando de orgulho!
    É "nóis"!
    Para percebermos que SIM, o escritor ainda tem espaço, mesmo que pouco.. enfim.. hahahaha
    parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”