Roberto Prado se torna acadêmico

Roberto Prado famoso Ranzinza é admitido na Academia de Letras de Teófilo Otoni

Roberto Prado Barbosa Júnior recebe do estado vizinho reconhecimento, mora em São Vicente e escreve para o mundo com o Blog do Nêmesis e o Folhetim Cultural. Já publicou dois livros o segundo Gringas e Outras Histórias chega a segunda edição este ano pela editora CBJE.

A Academia de Letras de Teófilo Otoni convidou no começo deste ano o escritor para ser membro correspondente da academia. Ao longo destes meses foi feita a transição para que Roberto tomasse posse de seu cargo e agora com diploma Prado pode se sentir orgulhoso e não só o Roberto, mas o Folhetim Cultural também por ter um talento em seu blog um Hemingway do século XXI.

Seu sobrinho Mario Prado fala sobre o tio:

“O prazer dele é passar o conhecimento e as experiências vividas... Muitas vezes ficamos juntos ouvindo músicas, ele narrando cada acontecimento que viverá. Todas as broncas que me deu valeram a pena, os conselhos, nada, nada que ele tenha me dito foi em vão, nada! E as  ROUBADAS que ele me carregava... Nunca vou esquecer de uma tal de Ilha de Ana (risos).  Posso dizer que tenho o melhor TIO e PADRINHO de todos os tempos!”.

No Blog do Nêmesis Roberto Prado escreve desde 2010 no Folhetim Cultural começou participando do Chá das 5 em 2011 neste mesmo ano com sucesso em suas participações ganhou quadro solo que até hoje é publicado no Folhetim Devaneios do Ranzinza por Roberto Prado.

No Folhetim Devaneios do Ranzinza 20 horas sábados e terças mesmo horário e Chá das 5 sábados e quintas feiras uma vez ao mês.

O Folhetim Cultural não poderia deixar de conversar com Roberto sobre este feito acompanhe a pequena entrevista do escritor:

Folhetim Cultural: Como você se sente sendo homenageado pelo estado vizinho da nossa região?

Roberto Prado: Ainda estou Besta, tentando digerir isso. Mostrei a algumas pessoas. A reação delas? Se fosse uma foto de um marciano teriam entendido melhor.

Folhetim Cultural: Este momento aonde seu livro chega a segunda edição e participa como membro da academia é seu ápice?

Roberto Prado: Espero que não, quero ir mais alto ainda...

Folhetim Cultural: O que seus leitores podem esperar de ti nesta fase?

Roberto Prado: Mais do mesmo, mas sempre o melhor do mesmo.


Entrevista e matéria: Magno Oliveira
Foto: Academia de Letras de Teófilo Otoni
Agradecimentos: Mario Prado








Comentários

  1. Hahahahahahahaha, esse cara não existe...

    ResponderExcluir
  2. esse e meu tio rsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Roberto....esse é o cara!!! Parabéns amigo. Abraços

    ResponderExcluir
  4. Esse meu titio lindo sempre me recheando de orgulho!
    É "nóis"!
    Para percebermos que SIM, o escritor ainda tem espaço, mesmo que pouco.. enfim.. hahahaha
    parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá