Suzano recebe Antonio Abujamra e Rappin Hood‏


O diretor e ator Antônio Abujamra se apresenta nesta quinta-feira (26/4), às 20h, no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré (rua General Francisco Glicério, 1.354 - Centro). Além dele, na sexta-feira (27/4), a cidade também recebe o show do rapper Rappin Hood, que será realizado no Centro Cultural Boa Vista (rua Katsutoshi Naito, 957 – Boa Vista), a partir das 18h.

Realizados pela Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria de Cultura, os eventos são gratuitos e fazem parte da programação de aniversário dos 63 de Suzano.

A palestra com Abujamra faz parte do projeto Trajetórias Literárias, que já trouxe a Suzano nomes como Ariano Suassuna, Marcelo Rubens Paiva e Paulo Lins. Os ingressos deverão ser retirados no local com 1h de antecedência.

“Seria inadmissível não trazê-lo a Suzano. Ele tem uma contribuição muito grande a dar à cidade por sua experiência e talento. Ele dialoga com TV, teatro, jornalismo, literatura e cinema e vai abarcar todas essas áreas em sua apresentação”, ressalta Ademiro Alves, o Sacolinha, coordenador literário da Secretaria de Cultura.

Abujamra já dirigiu mais de 120 peças, 15 novelas e vários outros programas televisivos. Foi o único latino-americano a participar no Júri do Festival Mundial de Televisão em Monte Carlo, a convite do Príncipe Rainier, de Mónaco.  Fundou a companhia de teatro “Os Fodidos Privilegiados” e  há 11 anos comanda o programa de entrevistas Provocações, na TV Cultura.

Nascido em 1932, no município paulista de Ourinhos, Abujamra foi um dos primeiros a introduzir os princípios e métodos teatrais de Bertold Brecht, Roger Planchon e outros mestres da contemporaneidade em palcos brasileiros. Participou da revolução cênica entre os anos de 1960 e 1970. Ousadia, inventividade e espírito provocativo são características de seu trabalho. Nos anos 1980 e 1990, desenvolveu espetáculos em que crítica e lúdico se fundem num ceticismo bem-humorado, que é o eixo de sua personalidade.

Entre os nomes já dirigidos por ele, estão António Fagundes, Lima Duarte, Paulo Goulart, Denise Stoklos, Ana Paula Arósio, Cláudia Jimenez, Cláudia Abreu, Marcos Palmeira, Cacilda Becker, Glauber Rocha, Ruth Escobar, Regina Duarte, Marília Pêra, Eva Wilma, Tássia Camargo e António Grassi, entre muitos outros.

Rappin Hood

Rappin Hood é um dos mais conceituados e respeitados rappers brasileiros. Já gravou com artistas consagrados, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Ben Jor e Leci Brandão, entre outros. Foi pioneiro a abordar o tema hip hop na televisão brasileira, no programa “Manos e Minas”, na TV Cultura. Atualmente apresenta o programa Rap du bom, na rádio 105FM.

A programação desta sexta-feira (27/4) começa às 18h, com a apresentação dos grupos de Suzano: Consciência ao gueto, Família Dossyê e Ktarse. A expectativa é atrair um público de mais de duas mil pessoas.

 “Já vieram para a cidade Racionais MCs, GOG, Edi Rock, entre outros, mas ainda faltava trazer um artista que mesclasse o envolvimento social e cultural e o Rappin Hood reúne todas essas qualidades”, destaca Sacolinha.

Fonte: Mayara Francine
Postagem: Magno Oliveira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo