Antônio Abujamra: A voz do Provocador faz eco em Suzano

Abujamra: A Voz do Provocador
No dia 26 de maio Suzano recebeu o entrevistador, ator e diretor Antônio Abujamra no teatro Armando de Ré. Esta apresentação foi mais uma edição do Trajetória Literária, projeto realizado uma vez por mês pela Secretaria de Cultura de Suzano que desde abril está sob comando da secretária Rita Paiva. Antônio Abujamra  foi um dos principais diretores da extinta TV Tupi, como ator teve atuação de destaque no teatro e na tevê.

Em 1998, esteve em Monte Carlo, principado de Mônaco, ao lado de celebridades como Claudia CardinaleAnnie Girardot e Yehudi Menuhim, no júri do Festival Mundial de Televisão, como único latino-americano convidado.

Atualmente comanda o programa Provocações, da TV Cultura, que vai ao ar desde 6 de agosto de 2000. Atualmente é exibido todas as terças-feiras, às 23 horas, com reprise na madrugada de terça para quarta-feira, à 1h30.

A apresentação de Abujamra foi um monólogo com título de A Voz do Provocador antes do início Magno Oliveira entrevistou Sacolinha escritor e Coordenador literário da secretaria de Cultura de Suzano.


Curta o Folhetim Cultural no Facebook

Magno Oliveira: Hoje a palestra do Antônio Abujamra faz parte do Trajetória Literária. Por que a escolha do Antônio para esta edição?

Sacolinha: Cara, a gente já trouxe um monte de escritores, mas um monte mesmo e todos eles tem ligação com outras áreas da cultura e o Abujamra ele tem ligação com vários gêneros literários, dança, teatro, cinema então nós tínhamos a obrigação de trazer ele a Suzano se não iria ficar como uma dívida para a cidade a não vinda dele. E agora bateu com a agenda dele ele disse sim sacolinha vamos, e veio e ele tá ai.

Magno Oliveira: O que representa para Suzano a vinda dele que é um importante nome do teatro brasileiro?

Sacolinha: É a continuidade do nosso trabalho como referencial, porque aqui no Alto Tietê nós somos referencia e no Brasil também. Então para continuarmos sendo referencia tínhamos que trazer o Abujamra. É como eu digo na favela eu sou referencia para a molecada, então se eu cai no marasmo de só ficar ali no meu gabinete em casa, no marasmo, eu não vou ser referencia, é a mesma coisa a cidade então nós precisamos trazer nomes como o do Abujamra para ser referencia para as outras cidades.

Magno Oliveira: Como deve ser o trabalho da secretaria de cultura de Suzano este ano, que é ano de eleições, e ano que vem pode tudo mudar?

Sacolinha: Então cara. A gente vai continuar fazendo o trabalho, que nós fazemos há muito tempo, é claro com uma ressalva, pois ano eleitoral então têm muita coisa que você não pode fazer. Não é porque é o último ano que nós vamos colocar a bunda na cadeira esperando o 31 de Dezembro, pelo contrário nós vamos fazer muito mais que fizemos para Suzano anteriormente. Pra terminar bem essa coisa ai.

Logo após a entrevista Magno Oliveira auxiliou Sacolinha, que panfletou sobre um outro evento que iria ocorrer no dia seguinte a vinda do cantor Rappin Hood.


Seja amigo de Magno Oliveira no Facebook
Curta a página de Magno Oliveira no Facebook


Politica não foi só o tema da conversa de Magno Oliveira com Sacolinha, foi tema também na apresentação de Abujamra. Críticas com humor foram destaque para os espectadores que lotaram o Teatro Armando de Ré em Suzano. Uma das críticas em relação a politica foi essa de Abujamra: "No japão analfabeto vai preso no Brasil é eleito". Esta frase arrancou aplausos da platéia e isso se repetiu ao longo da apresentação.


Antes do começo da apresentação Magno Oliveira foi entrevistar um casal jovem que foi assistir a palestra. Eles são: João Paulo, 21 anos, estudante e Carolina Calil, 18 anos e também estudante. Magno Oliveira conversou com o casal de namorados.


Magno Oliveira:  O que mais motivou vocês a virem na palestra do Antônio Abujamra?


João Paulo: Ah, o que me motivou foi, o conhecimento que ele têm no teatro brasileiro e conhecimento que ele têm na cultura brasileira de forma geral.


Carolina Calil: Um pouco disso também e porque eu assisto o programa Provocações da Tv Cultura.


Magno Oliveira: Você João Paulo acompanha o trabalho dele?


João Paulo: O trabalho na televisão eu acompanho e alguns filmes dele também.


Magno Oliveira: O que mais chama a atenção de você dele no programa?


João Paulo: O que me chama a atenção é a qualidade das perguntas.


Magno Oliveira: Você acha ele melhor entrevistador da tevê?


João Paulo: Um dos melhores.


Magno Oliveira: Para quem ele perde?


João Paulo: Eu acho que ele perde, pro... pro... (João Paulo ficou alguns segundos para pensar em algum nome) eu acho que ele não perde para ninguém. (risos)


Carolina Calil: É que os entrevistadores estão no mesmo nível, no mesmo patamar.


Magno Oliveira: Marília Gabriela?


João Paulo: A Marília não, eu acho que não. Mas sei que têm, mas não está vindo na minha cabeça agora, mas ele é um dos melhores.


Seja seguidor do Folhetim Cultural no Twitter
Seja seguidor de Magno Oliveira no Twitter


Magno Oliveira combinou com o casal de encontrá los ao final da apresentação de Abujamra para conversar com eles, sobre a palestra e isso aconteceu após o monólogo A Voz do Provocador, que durou cerca de 1 hora e 30 minutos. Como sempre Abujamra foi crítico e bem humorado em suas falas. Em um momento ele passou a citar grandes autores, alguns papéis ele jogou fora e explicou "Estes são de Paulo Coelho", mais uma vez foi aplaudido. Contou também histórias sobre a tevê.


Trecho de A Voz do Provocador


Retirado do Youtube


Ao fim João Paulo disse que superou as expectativas dele, conheceu mais sobre Abujamra e ganhou conhecimento sobre a vida dele no cinema. E que a forma irônica que ele utiliza para se comunicar, ele pretende levar consigo. Carolina se ausentou antes e por isso não pode ser entrevistada.


No camarim Abujamra deu autógrafos a contra gosto é verdade, tirava fotos com os fãs e mandava eles embora, isso é de sua natureza, grandioso ele é. E grandiosa foi sua vinda a Suzano.


Foto: SECOM (Secretaria de Comunicação de Suzano)
Entrevista realizada por Magno Oliveira
Matéria escrita por Magno Oliveira
Entrevistados: João Paulo e Carolina Calil






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá