Música Clássica, poesia e MPB foram os destaques do Pavio da Cultura edição de Maio

Neste sábado 12 Sacolinha coordenador literário de Suzano apresentou mais um Sarau Pavio da Cultura, como de costume nomes da poesia regional estiveram presentes Paulo Odair, Cristina Aro, Magno Oliveira entre outros. Músicas foram cantadas pelos artistas da região. Danilo Beltrão tocou no violão Villa Lobos antes acompanhou junto com um parceiro o cantor Valdivino.


Curta a página do Folhetim Cultural no Facebook
Danilo Beltrão tocou música clássica

Antes acompanhou Valdivino





































Após o sarau o Folhetim Cultural conversou com Danilo Beltrão, que é deficiente visual.

Folhetim Cultural: Você tocou Villa Lobos um motivo especial para tocá lo?

Danilo Beltrão: É que normalmente aqui no Pavio da Cultura tocam Pop Rock e MPB, eu quis mostrar um pouco da música clássica, que nem sempre está presente, mas é de boa qualidade também.

Folhetim Cultural: Você têm um projeto na escola como funciona?

Danilo Beltrão: Então eu trabalho numa creche aqui em Suzano, a creche é a EMEI Tapa marajoara meus alunos têm 3 anos e a gente através da música trabalha, saúde, educação  e oralidade. Lá eu toco violão também, têm sido bem legal.

Folhetim Cultural: O que é importante na vida dos jovens a música e o sarau aqui?

Danilo Beltrão: Já está comprovado pelo trabalho de ONGs, que a música tira muita gente das drogas, faz com que as pessoas tenham um encontro com a cultura de forma plena e o pavio têm sido muito útil para o público, é gratuito e o artista vêm aqui e expõe seu trabalho livremente.

Danilo Beltrão é Auxiliar de Desenvolvimento da Educação.

Outro destaque do sarau foi o poeta e cordelista Francis Gomes, que fez homenagem a todas as mães do Brasil. Lembrando no último domingo foi comemorado o Dia das Mães.

Francis Gomes interage com o público ao longo de sua apresentação

O Poeta e cordelista fez homenagem as mães





































Folhetim Cultural: Hoje uma apresentação especial homenageando as mães, uma apresentação diferente das que você realiza. Hoje foi especial para você?

Francis Gomes: É para mim é especial, na verdade as pessoas me conhecem como cordelista, embora eu tenha um livro de poesias, embora eu ter sido premiado como poeta e não como cordelista, as pessoas me conhecem mais como cordelista do que como poeta, mas normalmente eu escrevo coisas sobre os pais e sobre as mães, pois eu acho que o maior amor, que existe é o de mãe.

(Durante a entrevista Yasmim filha de Francis roubou a cena,  fazendo barulho, querendo andar).

E não foi só na entrevista a bela roubou a cena também durante a apresentação no sarau.

A pequena num certo momento "invadiu" o palco e roubou a cena




















MPB, Música Clássica, Caipira e Pop Rock foram cantadas ao longo do sarau, que terá mais uma edição no segundo sábado de junho no dia 09. Embora seja um ano de eleições o sarau será realizado até o mês de Dezembro. Se irá continuar ano que vem vai depender do próximo secretário ou secretária de Cultura que ocupar o cargo.

A poesia ficou por conta de Paulo Odair, Cristina Aro e Magno Oliveira. Paulo Odair declamou uma poesia um tanto quanto peculiar, na poesia ele demonstrava um amor pela sogra e não aquele amor de genro não, o amor carnal. Cristina Aro recitou uma poesia de sua filha e outro de Fernando Pessoa, ela é autora do livro Dez Contos da Vida Alheia onde aborda temas como Relacionamento, educação e trabalho infantil. Magno Oliveira subiu ao palco falou do seu trabalho aqui no Folhetim Cultural, recitou o texto Assim Sou de Roberto Prado o público gostou e aplaudiu a apresentação, em seguida declamou poesia Joãosinho de autoria própria esta poesia fez parte do projeto Um Poema em Cada Árvore do Instituto PSIA, além de frases de grandes pensadores: Platão e Sócrates. E encerrou com chave de ouro com micro contos de Roberto Prado, que em breve estará a disposição para vendas e sorteios no Folhetim Cultural seu segundo livro Gringas e Outras Histórias, que neste ano chega a segunda edição.


Seja seguidor do Folhetim Cultural no twitter


Paulo Odair 

Cristina Aro




































Magno Oliveira estará presente no sarau Nossa Literatura no Jardim Revista amanhã, dia 26 no sarau Opereta, mas antes neste sábado deve participar de mais um sarau só que este na capital paulista.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo