Entrevista com Prefeito Testinha 1° Parte

Este mês estive no dia 09 de Março na Praça de Eventos Lucília Gomes Fellipe onde no Pavilhão de Exposições esteve em cartaz a Exposição Museu do Futebol, Mostra Olhar Fotográfico de Poá e naquela noite a cidade recebeu o Stand Up do jornalista Flávio Prado com Caçulinha e Grazi Prado. Nesta noite entrevistamos o Secretário de Cultura Douglas Aspasio, Caçulinha e Flávio Prado.

Acompanhe abaixo a entrevista com o atual prefeito da cidade de Poá Francisco Pereira de Souza (PDT) Testinha. 

A entrevista foi longa por isso dividiremos em 2 partes.

Nessa primeira parte ele comentou sobre a gestão de Douglas Aspasio frente a Secretaria de Cultura, respondeu as críticas em relação a seu governo sobre a construção do Pavilhão de Exposições, Criticou seus antecessores, falou das obras realizadas em sua gestão. Na próxima parte que iremos publicar ainda essa semana ele falou sobre as obras paradas, Biblioteca que não empresta um livro sequer já há 4 anos e meio, sobre o atual Secretário de Obras de Poá Genésio Severino de Arujá e sobre as próximas eleições.


Desde quando o senhor assumiu em 2009 o trabalho da Secretaria de Cultura têm sido na época das festividades trazer vários eventos e de vários segmentos culturais. Quando o senhor assumiu tinha em mente que seria este o trabalho realizado pelo Secretário de Cultura Douglas Aspasio como o senhor avalia o trabalho dele?

Muito bom o Douglas é um secretário, é... sempre que procura dá o seu melhor, inovando. A equipe dele também é uma equipe muito boa. A Secretaria de Cultura é uma secretaria que trabalha hoje com poucos recursos, mas é... com muito cuidado, com  muita cautela, economizando bastante sempre buscando o que há de melhor, né? Então sem dúvida ele realiza um bom trabalho ao longos destes anos de mandato, e que ano que vai passando, eu vou, ele vai, a equipe vai me surpreendendo, e cada vez mais trazendo algo novo né? E sempre com dificuldade, pela questão de economia, mas mesmo assim ele consegue, é trazer algo novo, peças novas, artistas novos, isso é muito bom para a cidade dá um retorno muito bom para a população isso é muito bacana.

A verdade é que a imprensa tem que dar espaço para os dois lados eu vou comentar alguns casos e gostaria que o senhor comentasse. A oposição ela criticou a construção desse espaço dizendo que ele é um elefante branco (Pavilhão de Exposições José Massa) sobre isso o que o senhor tem para falar?

Olha, veja se nós formos pensar dessa forma nós vamos continuar na mesma mesmice fazendo sempre algo pequeno nunca dando a comodidade que nós temos aqui não é verdade? Quando nós chegamos ao governo aqui tinha dois galpões de madeira velhos e nós somos uma cidade de Estância Turística, somos uma Estância Hidromineral inclusive que recebe recursos do DADE e para se ter uma ideia aqui quase toda a verba que aqui foi construída estrutura foi com dinheiro do DADE, então são recursos que não têm como investir na educação, na saúde, então ele é destinado ao fortalecimento das estâncias e foi muito bem investido, no passado, não quero aqui questionar os prefeitos do passado, mas no passado eles pensavam muito em investir em infraestrutura e esquecia que a cidade precisava de equipamento para se trazer grandes eventos, hoje Poá com essa estrutura ela já começa a se tornar uma Estância Turística Hidromineral, não tenho dúvidas de aqui mais um tempo teremos aqui na parte de trás do prédio uma área de alimentação, nós poderemos trazer shows todos os finais de semana e com isso trazendo pessoas para que elas estejam vindo para a nossa cidade e fazendo o famoso turismo de um dia, né? E não paramos por aqui não! Com investimentos do DADE vamos começar o nosso balneário que é uma obra de mais de 20 milhões de reais que vai ficar uma estrutura extraordinária, já começamos aqui também com dinheiro do DADE a construção do nosso teatro que vai ficar aqui do lado de frente, ah... de fronte a (gagueja um pouco) de frente a Delegacia né? (aponta para o local), então são projetos assim que vai, tornar Poá numa cidade sustentável.

Na esfera federal a Dilma disse que tudo o que foi feito, foi graças ao Lula de 2003 a 2010. O Fernando Henrique Cardoso disse que ela está cuspindo no prato que comeu, guardada as devidas proporções e trazendo pro lado municipal os investimentos dos outros Eduardão, Jorge Allen e Roberto Marques em infraestrutura não proporcional ao senhor trazer estes equipamentos e fazer essa administração que segundo o senhor foi bem feita, com construções. A Estrutura do passado não proporcionou certa facilidade para o senhor?

Eu digo que não. Muito pelo contrário quando nós chegamos ao governo nós pegamos uma cidade falida devendo INSS, devendo Fundo de Garantia, com  muitas dificuldades. a cidade não tem terrenos, nós tivemos que comprar terrenos para as construções postos de saúde, escolas, então nós precisamos naquele momento desembolsar muito dinheiro para a construção do piscinão que definitivamente vai acabar com os problemas de enchente, então na verdade, quando nós chegamos aqui nós pegamos toda essa deficiência, quando nós chegamos aqui nós pegamos a escola Bortolozzo, lá no Kemel, abandonada, largada toda quebrada, muitos pombos, foi uma grande escola que tivemos que derrubar para construir lá uma escola gigante, de primeiro mundo, então foi um grande trabalho de toda a equipe, que cada um fez sua parte, com os nossos arquitetos, os engenheiro buscando formas  de dar condições para fazer os projetos dos arquitetos, foi um trabalho assim, foi uma equipe trabalhando em conjunto para que  pudesse construir tudo o que estamos vendo, eu digo que todas as construções de Poá eram sempre bloco aparente, telha Brasilit, nós acabamos com isso as construções são muito bem feitas, os banheiros de primeiro mundo, dos nossos equipamentos parece que  você está entrando num banheiro do shopping, é não existe mais essa coisa de bloco aparente, telha brasilit, nossos pisos nós colocamos no mínimo tem que ser porcelanato, entendeu nós trocamos aquilo que era do passado que era a ideia de construir algo que era só para o hoje e tudo que nós estamos fazendo é pensando no amanhã. 

Entrevistador Magno Oliveira Entrevistado Prefeito Testinha


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo

Shows do Sampa Crew e Gabriel Corrêa fecham programação do aniversário de Poá

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”