Há uma semana morreu o consagrado pianista Van Cliburn


O pianista norte-americano Van Cliburn, que surpreendeu plateias russas com seus concertos refinados de Tchaikovsky e Rachamaninoff e ganhou fama e fortuna em seu país, morreu naquarta-feira (dia 27) aos 78 anos.
Mais lidas da semana






Cliburn morreu em sua casa em Fort Worth, no Texas, depois de sofrer de câncer ósseo, disse sua agente Mary Lou Falcone à Reuters.
O texano esbelto e de olhos azuis, que começou a ter aulas de piano aos três anos e depois estudou na prestigiosa Juilliard School de Nova York, subiu aos palcos mundiais no auge da Guerra Fria e foi o surpreendente vencedor da primeira Competição Internacional Tchaikovsky em Moscou, em 1958.
Leia também

No Café da Manhã com Poesia: Menina Indecisa
Sem notícia de Sean Penn, atores torcem para que '...
FLIP confirma presença do autor irlandês Benjamin...
Aniversário de Poá tem programação definida
PREFEITO TESTINHA ASSINA CONTRATO PARA INICIO DAS ...


Sua performance na final provocou aplausos de pé que duraram oito minutos e foi tão inesperada que os juízes russos supostamente tiveram que pedir ao líder soviético Nikita Krushchev permissão para dar o prêmio ao norte-americano de 23 anos.
Mais lidas da semana





O triunfo de Cliburn ajudou a impulsionar um breve degelo nas relações norte-americanas e soviéticas, tornando-o uma sensação da noite para o dia nos Estados Unidos, onde seu nome era conhecido mesmo entre os que não seguiam a música clássica.
"Foi ele o símbolo da paz para a Guerra Fria", disse Falcone. "Ele foi abraçado tanto por Eisenhower como por Khrushchev nos anos 1950 e o único músico a ter um desfile de boas-vindas em Manhattan".
Em junho primeira edição da revista digital Folhetim Cultural solicite e receba via e-mail: folhetimcultural@hotmail.com 

Fonte Portal IG Postagem Magno Oliveira

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo