Magno Oliveira entrevista Douglas Aspasio Secretário de Cultura de Poá

No último sábado o secretário concedeu uma entrevista curta e exclusiva onde falou sobre seu trabalho frente a secretaria, programação de aniversário, stand up de Flávio Prado, próximas eleições municipais e surpreende ao convidar Magno Oliveira para colaborar com projetos literários para a Secretaria de Cultura realizar em Poá.

Desde o começo de sua administração frente a Secretaria de Cultura as festas de Poá têm qualidade e essa diversidade, quando você entrou essa era a tônica, hoje você se sente realizado como secretário de cultura pelo trabalho que vem realizando ao longo dos anos?

Olha a gente tem procurado todos os aniversários realmente fazer uma adversidade de atrações e o teatro e a música têm sido aquilo que eu tinha em mente, tanto que a construção do Teatro Municipal que hoje já é uma realidade. É foi uma luta de 4 anos, atrás de recursos do Governo Federal, Governo Estadual e conseguimos através de uma parceria com o DADE e vamos concretizar esse sonho, desde o início a preocupação tanto quanto eu estive em Brasília, eles me questionaram: Você quer o teatro, você têm público para o teatro? Então você têm que criar esse público, e isso tem sido feito ao longo destes anos, trazendo essas peças que estão em cartazes, para o público que tem pouca oportunidade. Então criamos esse público para que no futuro a gente tenha a oportunidade de ocupar este espaço.

Você falou do teatro mas e os outros trabalhos orquestras, música o que poderia abordar?

Pois bem, hoje temos, a partir, aliás desde o ano passado melhor dizendo, meio do ano passado nós criamos o Centro Municipal de Música, e hoje mais de 14 instrumentos diferentes, estamos com aproximadamente 500 alunos, temos a orquestra de Poá que também é uma realidade, conta com 30 bolsistas, uma orquestra quase que profissional e estes alunos que participam destes cursos é uma forma, uma maneira de garimparmos talentos para no futuro participarem da orquestra.

Este têm Fagner, Leandro Lehart, Katinguelê, anos atrás tívemos Zé Ramalho, Elba Ramalho, Dominguinhos, o que você pode falar deste ano em relação aos shows, em relação a essa programação?

Nossa preocupação o Magno passou a ser, oferecer shows de qualidade e não só o popular. Por quê? Porque eu acho que o poder público têm a obrigação de proporcionar oportunidade para as pessoas ás vezes, a pessoa não, não gosta de músicos de qualidade porque não conhecem então eu acho que a nossa função é dar essa oportunidade.

Sobre o Stand up dessa noite (09/03) o que você poderia falar?

Bem bacana nós temos um nome importante do jornalismo esportivo que é o Flávio Prado, acompanhado da Grazi Prado cantora e do famoso Caçulinha, que faz parte da história da televisão brasileira e a expectativa é muito grande, é um espetáculo que têm a sua parte cômica e a parte dramática, conta as histórias, e os causos do futebol, porque a gente está acostumado com o glamour do futebol, jogador com dinheiro e na verdade não é tão bem assim.

O senhor falou do teatro, da música em questão da literatura a Secretaria de Cultura têm alguma proposta, algum projeto em mente para os escritores da cidade?

Esse ano nós estamos com um projeto, inclusive nós vamos contar com o apoio, a colaboração do Magno...

Eu não estou sabendo disso.

É então sendo convidado para elaborar o projeto para que a gente traga os escritores da  cidade para gente fazer uma grande, um grande evento aqui de literatura como pode ser um salão do livro, um grande sarau, então vamos sentar e conversar para que a gente realmente concretize isso ai.

É, daqui há 4 anos eleições municipais, temos 3 anos na verdade o Testinha ele deve lançar um sucessor, hãn você pretende sair a vereador ou algum posto mais alto?

Na verdade a gente faz parte de uma equipe, e é muito cedo para falar qualquer coisa sobre o que pode acontecer daqui 3 anos e meio né? Uma coisa o nosso nome está sempre a disposição da equipe para o que for necessário.

Durante toda a entrevista o Secretário demonstrou firmeza em suas palavras. Ao final da entrevista reforçou o convite ao poeta e repórter cultural Magno Oliveira que é editor do Blog Folhetim Cultural. Dizendo que pode ser cobrado e que agora o convite foi público.

Entrevistado: Secretário de Cultura Douglas Aspasio
Entrevistador: Magno Oliveira








Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo