Chá das 5 com Roberto Prado



Roberto Prado, 49 anos Santos, São Paulo.

Publicou dois livros, é funcionário público. Talentoso escritor, irá escrever aos sábados 10 horas da manhã, no Folhetim Cultural com reprise nas terças ás 20 horas. Pelo Folhetim ainda escreverá uma vez ao mês no Chá das 5.
Blog do Roberto Prado: http://blogdonemesis.blogspot.com/
E-mail do Folhetim Cultural: folhetimcultural@hotmail.com
E-mail: rpjbarbosa@fazenda.sp.gov.br


Que jamais me digam ou me deixem saber que já disseram que sou um mau amigo!
Depois de ouvir a triste história citada na crônicaVitrines fui para casa com as minhocas de minha cabeça revirando-se dentro do crânio. Aquilo não poderia ficar assim, não poderia passar em branco pela História pessoal de meu amigo. Segundo Paulo Coelho todos nós temos que escrever a nossa “lenda pessoal” - ou algo assim, pois não pensem vocês que perco meu tempo com tais desimportãncias – e meu amigo não deixaria esse vale de lágrimas como vítima de uma piada de mau gosto do Destino.
Cobrir a dita-cuja de porrada não posso fazer, ainda mais com a Lei Maria da Penha e a imagem de pacifista que teimo em manter diante da sociedade. Aliás, aqui cabe uma boa pergunta:
- Quem é mais hipócrita? Eu ou a sociedade? - Divago muito, voltemos ao resultado do melancólico caso desse meu amigo.
Não podendo partir para a ignorância, resolvi usar a minha melhor arma, o meu escárnio e uma praga bem pregada na forma de um poeminha.
Agora é só torcermos para estarmos todos - inclusive você leitor - lá no dia e hora.
Sim, ela virá
Com seu avental preto
Caminhando
Como quem anda nas nuvens
Com passos leves
Delicados
Como uma bailarina
Tocará o solo
Com as pontas dos pés
Ela vira na sua direção
Trará no rosto
Um sorriso
(profissional, não se iluda)
Ela olhará através de você
(sim, esse é o seu olhar)
Seu café se aproxima
Na bandeja
A xícara
O petit-four
O copo d’água
Ela se aproxima de sua mesa
Falta pouco para chegar até você
E há poucos passos
Ela tropeça
Cai
A bandeja, a xícara, o petit-four, a água e ela vão ao
Chão
Você sorri
Você ri
Você gargalha
- Meu dia está ganho!
(murmurará você entre dentes)
E no chão frio do Café
As lágrimas dela se confundirão
À cor negra do café...
E na rua o sol brilhará
(só você perceberá isso, sossegue)
Como um orgasmo cósmico

Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Muito obrigado pela sua visita, estou passando a lhe seguir.
    Beijos!
    www.booksandsoul.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Bravo, bravo! Maravilhoso texto; parabéns! Magno, o blog está realmente bacana, obrigado pelo carinho e saiba que estarei sempre por aqui, inclusive, para ler o Roberto Prado. Abç!

    ResponderExcluir
  3. Sergio Martins

    Tenho certeza que o Roberto Prado ficará feliz com isso. Olhe este blog que vou lhe passar é dele

    blogdonemesis.blogspot.com

    Roberto Prado têm sua coluna especial Devaneios do Ranzinza por Roberto Prado, no mês de agosto ela voltará aos sábados 10 da manhã e nas terças feiras 20 horas, e uma vez ao mês o Chá das 5 sempre no sábado, a partir de Agosto também nas quintas feiras.

    Observação: No mês de julho não teremos programação a não ser os noticiários.

    Magno Oliveira
    Folhetim Cultural
    Twitter: twitter.com/folhetimcultura ou @folhetimcultura
    twitter.com/oliveirasmagno ou @oliveirasmagno
    E-mail: folhetimcultural@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá vim lhe retribuir a visita.
    Desculpe-me pelo sumiço.Beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  5. Olá! Que bom que nos visitou!!!

    Coloque um feed de e-mail para que fique mais fácil para acompanhar suas noticias.

    bj

    Beta

    ResponderExcluir
  6. Enfim, seremos bons Amigos!

    Um Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pelo seu viist. Grande blog. Regards. Enhorabuena por su blog....

    ResponderExcluir
  8. Jejeje; tal vez sea mejor tener malos amigos que buenos enemigos, un saludo muy cordial desde Reinosa.

    ResponderExcluir
  9. Um otimo final de semana pra ti pra ti amigo...bom ver voce de volta amigo,,,abraços de bom final de semana pra ti,,,

    ResponderExcluir
  10. Lindo texto, excelente mesmo! Seu blog esta mesmo muito bom... Não tenho tido muito tempo, estou me esforçando para não parar de vez. Beijos e ate

    ResponderExcluir
  11. Querido amigo; com certeza essa foi a melhor forma de colocar pra fora o que estava sentindo. Assim também o faço, porque de outra forma, não seria eu, e me causaria depois um arrependimento que não teria mais fim. Escrever ainda é o melhor remédio para nossas dores da alma.
    Bom fim de semana! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Remédio para nós, veneno para outros.
    Roberto Prado

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por interagir conosco!

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo