Chá das 5 com Ailton Sales: Jandyra



Ailton Sales se considera trovador. Nascido em Minas Gerais já residiu em São Paulo. Onde trabalhou e teve várias profissões, está atualmente aposentado na cidade de Poços de Caldas MG. Uma vez ao mês irá dar mostra de seu talento aqui no Folhetim Cultural ás 17 horas aos sábados e nas quintas feiras também ás 17 (reprise).

E-mail do Ailton: sales.ailton@hotmail.com






               Jandyra

Homem eu nasci
Vou falar de mulher
Aquela que nunca esqueci
Que não foi uma qualquer

Ela foi a minha primeira
Ah que saudade me dá
Ao meu lado na carteira
Ensinando-me o B-A BÁ

A professora querida
Com amor e dedicação
Colocando em minha vida
Cada dia uma lição

A sua voz pausada
Transmitindo o seu saber
Toda lição passada
Era fácil de aprender

Morena cor de canela
Sorrindo sempre contente
A simplicidade dela
Cativava toda gente

Digo com toda a franqueza
Na imagem que refletia
O que faltava em beleza
Sobrava em simpatia

Era muito diferente 
O seu geito de educar
Nunca magoava a gente
Mesmo quando ao castigar

Sua voz conciliadora
Sempre meiga e carinhosa
Não era de professora
Era de mãe amorosa

Essa mulher que eu descrevo
Digo porque não a esqueci
Cada letra que hoje escrevo
Foi com ela que aprendi

Jandyra era o nome dela
Hoje no meu coração
Tem um lugara só para ela
Com a minha gratidão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conheça um pouco mais sobre Carla Cristina Garcia ministrante da oficina cultural “A literatura e a moda: A estranha relação entre as palavras e o corpo”

REUNIÃO DO CONSELHO DE CULTURA DE POÁ SERÁ DIA 19

No Café da Manhã com Poesia: Uma pequena crônica de uma manhã de domingo